quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Datafolha revela que eleitor entrou em parafuso, diz colunista

Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O colunista Josias de Souza, analisando os resultados da pesquisa Datafolha divulgada nesta manhã, mostra que há um grande contingente de eleitores "desnorteados" após a condenação em segunda instância do ex-presidente Lula, que o tira da disputa. Segundo o colunista, os eleitores desanimados, irados e desnorteados somam 36% do eleitorado.

sábado, 27 de janeiro de 2018

Mudança na prisão após segunda instância 'só pode ser uma piada de mau gosto', diz editorial do Estadão

Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Em editorial, o jornal O Estado de S. Paulo criticou duramente a proposta de colocar em pauta para rediscussão a possibilidade de prisão em segunda instância. A questão foi decidida pelo Supremo Tribunal Federal há pouco mais de um ano, mas há frequentes anúncios de que deve ser "rediscutida". Após a condenação de Lula em segunda instância, a imprensa passou a dizer que o assunto entrará em pauta com urgência. Para o jornal, a possibilidade "só pode ser uma piada de mau gosto": "A lei deve valer para todos e, por consequência, não devem ser feitas leis ad hoc, para casos específicos. Esse tipo de manobra é incompatível com o Estado Democrático de Direito".

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

'Só o Judiciário diz qual o direito que cada um tem, não o próprio nem seus amigos', diz juiz Marcelo Bretas

Imagem: Produção / Ilustrativa / Gazeta Social
O juiz Marcelo Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio de Janeiro, manifestou-se após a condenação em segunda instância e apreensão do passaporte do ex-presidente Lula: "Fiquemos em paz. O Poder Judiciário de regra toma decisões prudentes. Em todo caso, não há brasileiro ou brasileira com mais direitos do que seus compatriotas. Aliás, SÓ o JUDICIÁRIO diz qual o direito que cada um tem, não o próprio nem seus amigos".

'O PT não é mais um partido, mas uma seita voltada ao ridículo', diz Caiado

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O senador Ronaldo Caiado ridicularizou o discurso de enfrentamento do Judiciário e radicalização adotado pelo PT após a condenação de Lula em segunda instância: "O desespero do PT chegou ao ponto de desafiarem o próprio Estado Democrático de Direito. Não é mais um partido, mas uma seita voltada ao ridículo. Não percebem o desprezo da população diante de tamanha afronta ao país".

Rediscutir prisão após segunda instância 'pode radicalizar o clima de gafieira que se instalou no STF', diz colunista

Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O colunista Josias de Souza comenta os rumores de que o STF pretende apressar a mudança no entendimento que permitiu prisões após condenação em segunda instância. Segundo o colunista, a decisão "pode radicalizar o clima de gafieira que se instalou no tribunal". 

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

'A prisão de qualquer condenado em segundo grau é fato absolutamente normal', diz procurador Júlio Marcelo

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O procurador Júlio Marcelo de Oliveira defendeu a prisão após condenação em segunda instância e o fim da impunidade: "A prisão de qualquer condenado em segundo grau é fato absolutamente normal, necessário para a efetividade da justiça e saudável para a sociedade. As democracias mais avançadas do mundo prendem após 1ª ou 2ª instância. Basta de impunidade".

Uso da sede da CUT para reunião do Diretório Nacional do PT é ilegal, denuncia procurador

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
Ocorre agora, na sede nacional da CUT, a reunião do Diretório Nacional do PT. O procurador Aílton Benedito denuncia que o uso das instalações da CUT é ilegal: "É proibido o uso de patrimônio de sindicatos/centrais sindicais por partidos políticos, proibição reforçada pelo STF, que proibiu doações de pessoas jurídicas para campanhas eleitorais. O uso de instalações da CUT pelo PT infringe essa proibição".

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Calvário de Lula mal começou, diz colunista

Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O jornalista Ricardo Noblat, em artigo publicado antes do julgamento de Lula pelo TRF-4, indicava que a condenação de hoje não é o fim da linha para o petista. Para Noblat, "os processos contra Lula, o do tríplex 164-A é, digamos, o mais inocente, o que menos estragos produzirá à imagem dele e à do PT. Há outros piores. Como o do sítio em Atibaia, reformado de graça pelas construtoras Odebrecht e OAS, com direito a pedalinhos infantis, copos com o escudo do Corinthians, adega, torre de celular e tudo mais. Lula até poderá escapar de todos, mas seu calvário mal teve início".

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

'Por conta do tal respeito às outras crenças, 80% de brasileiros cristãos vêm sendo proibidos de expressarem a sua fé', denuncia promotor

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O promotor Rodrigo Merli Antunes, que atua no Tribunal do Júri de Guarulhos, denunciou a perseguição à religião cristã no Brasil: enquanto ataques ao Cristianismo são aceitos com naturalidade pela imprensa, polícia e Ministério Público, a mera distribuição de um panfleto cristão ensejou até mesmo a perseguição legal dos responsáveis.  O promotor explica: "Estado laico não é isso! Estado laico não significa uma nação de ateus e de agnósticos, mas sim respeito a todas as crenças, não podendo o Poder Público criar embaraços à manifestação de qualquer sentimento religioso, desde que respeitoso".

Gleisi se revolta com intimação de 'chefe' do MST e diz que a Justiça tem que esperar os atos violentos para agir

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
A senadora ré e presidente do PT Gleisi Hoffmann se revoltou com a intimação, pela Justiça Federal do Rio Grande do Sul, do 'chefe' do MST, João Pedro Stedile. Ignorando as constantes ameaças à ordem pública, feitas inclusive por ela mesma, Gleisi mostra indignação por ver a Justiça agir para evitar violência nas manifestações: "Como assim? Intima previamente?! A Constituição brasileira garante o direito à livre manifestação. O MPF não está autorizado a intuir ou pressupor que protestos políticos serão violentos. Isso é criminalização dos movimentos sociais! Abaixo a ditadura".

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Ameaças vinculadas a um processo são um crime muito mais grave do que ameaças isoladas, alerta Janaína Paschoal

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
Nos últimos dias, os brasileiros vêm se questionando por que as autoridades nada fazem contra os líderes petistas que vêm propagando ameaças e divulgando discursos de incitação à violência. As redes sociais estão repletas de questionamentos perguntando se não há proibição às ameaças. A jurista Janaína Paschoal esclareceu que, uma vez que as ameaças se relacionam a um processo específico, são muito mais graves do que o crime "comum" de ameaça: "Gostaria de esclarecer que ameaças, quando vinculadas a um processo, constituem coação no curso do processo, um crime muito mais grave do que as ameaças isoladamente".

'É só uma impressão ou há senadores da República conclamando grupos de pessoas para atos de violência?', questiona juiz da Lava Jato

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O juiz Marcelo Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio de Janeiro, questionou discretamente o Ministério Público sobre ameaças feitas pelo senador Lindbergh Farias em sua página do Facebook. O juiz Marcelo Bretas ironizou: "É só uma impressão ou há senadores da República conclamando grupos de pessoas para atos de violência? Não creio que isso seja um padrão racional de ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO". E enviou o questionamento ao Ministério Público Federal: "No entanto, melhor dirá o @MPF_PGR".

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Procurador aponta contradições e cobra MPF por não agir contra Gleisi depois de ela dizer que 'vai ter que matar gente'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O procurador Marcelo Rocha Monteiro questionou a inércia do Ministério Público Federal face às ameaças propagadas pela senadora ré e presidente do PT, Gleisi Hoffmann. Monteiro comparou o tratamento dado a Gleisi com o tratamento dado a outros políticos. Lembrando que o MPF agiu para impedir a posse de Cristiane Brasil e processou o deputado Jair Bolsonaro, mas nada faz contra a senadora ré, o procurador pergunta: "É isso mesmo, MPF?". 

Polícia teme que o PT ‘produza’ um cadáver dia 24, alerta jornalista

Imagem: Reprodução / DP
O jornalista Cláudio Humberto, do Diário do Poder, alerta para a possibilidade de uso de uma antiga tática pelo PT: criar e estimular conflitos para causar a morte de ao menos um manifestante. Segundo o jornalista, "só a comoção provocada por uma morte, na concepção de porraloucas petistas, poderia inibir a condenação de Lula por corrupção no Tribunal Regional Federal da 4ª Região". A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, declarou que, "para prender o Lula, vai ter que matar gente"

domingo, 14 de janeiro de 2018

Gleisi surta com jornalista que desmascarou postagem sobre suposto apoio a Lula

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
A senadora Gleisi Hoffmann publicou, em suas redes sociais, uma imagem de torcida do futebol europeu. Mostrando uma faixa que dizia "Forza Luca", a senadora viu uma linda homenagem a Lula e compartilhou com seus seguidores. Desmascarada pelo jornalista Olavo Soares, que explicou que a faixa faz referência ao torcedor italiano Luca Farnesi, vítima de uma briga entre torcidas, a senadora ré não mediu palavras: "Recebi de um torcedor! Fiz de boa fé! Sacanagem é esse tabloide virtual de quinta categoria ficar sacaneando. Confundidos são vcs, q fazem jornalismo por encomenda!". 

'É nessa morosidade que Lula aposta para ser candidato mesmo condenado e com a ficha suja', diz Álvaro Dias sobre lentidão do Judiciário

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O senador Álvaro Dias comentou a notícia de que muitos condenados em segunda instância na Lava Jato permanecem soltos, seja no aguardo do julgamento de recursos, seja por força de habeas corpus do STF. O senador lembra que o ex-presidente Lula, condenado em primeira instância, réu em diversos outros processos criminais, e aguardando julgamento em segunda instância, conta com a lentidão do Judiciário para ser candidato: "Mesmo com o entendimento já firmado pelo STF de prisão após condenação na segunda instância, réus continuam soltos devido a recursos infindáveis. É nessa morosidade que Lula aposta para ser candidato mesmo condenado e com a ficha suja".

sábado, 13 de janeiro de 2018

Líderes petistas estão estimulando militantes a não aceitar a decisão do Tribunal e podem ser responsabilizados por isso, diz Janaína Paschoal

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
Lideranças petistas vêm solicitando audiências com autoridades relacionadas ao julgamento do ex-presidente Lula. Em audiência com o presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª região, que julgará Lula, o magistrado relatou que juízes estão sendo ameaçados e alguns chegaram a tirar suas famílias do Estado. Os parlamentares petistas afirmaram que não incitam à violência, embora seus discursos estimulem a militância a não aceitar a decisão do Judiciário. A jurista Janaína Paschoal cobrou a responsabilização das lideranças petistas. Para Janaína, os líderes do partido estão assumindo o risco dos atos de sua militância, e podem ser responsabilizados, inclusive criminalmente, por isso.

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

150 mil assinam manifesto a favor de Lula, mas nem mil doam dinheiro para a 'vaquinha' do petista

Os petistas pretendem fazer um grande "ato" no dia do julgamento
Imagem: Reprodução / Redes Sociais
De acordo com o site Brasil de Fato, "mais de 150 mil pessoas, entre artistas, intelectuais, lideranças de movimentos populares e políticos brasileiros e internacionais assinaram o manifesto 'Eleição sem Lula é Fraude'". Uma outra iniciativa de apoio ao ex-presidente condenado, no entanto, não tem o mesmo nível de apoio: a "vaquinha" criada para ajudar militantes a irem a Porto Alegre para se "manifestarem" em frente ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região, criada em 26/12/2017, atingiu até o momento 37% do seu objetivo de levantar R$ 300 mil reais. Segundo o site, a vaquinha recebeu ajuda de 948 pessoas, tendo atingido o valor de R$ 111.278,13. 

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

'Chega a ser cômico: com tanto escândalo e crime dentro da política, a pauta são minhas ações lícitas', ironiza Bolsonaro

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O deputado e pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro respondeu à campanha que vem sendo empreendida por alguns setores da imprensa para expor seu patrimônio e sugerir ilegalidades: "precisam me chamar de bobo e feio, enquanto suas opções são bandidos, criminosos, mau caráter, corruptos, canalhas, desonestos, e por aí vai".

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

Jornalista americano ridiculariza Gleisi: 'critica a Lava Jato por não recuperar todo o dinheiro que o partido dela roubou'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
A senadora ré e presidente do PT Gleisi Hoffmann criticou o juiz Sérgio Moro e os procuradores da Lava Jato por descobrirem o esquema de corrupção implementado por seu partido na Petrobras. Em sua conta do Twitter, Gleisi criticou o acordo pelo qual a empresa terá que pagar quase US$ 3 bilhões para encerrar uma ação movida por investidores americanos. Na imagem publicada por Gleisi, as fotos de Moro e Dallagnol vinham acompanhadas do texto: "Petrobras vai pagar a investidores americanos 6,5 vezes o que recuperou na operação Lava Jato. Parabéns, rapazes. Vocês conseguiram!", com o comentário da própria senadora ré:  "O que você não vê na grande imprensa". O jornalista Brian Winter, editor-chefe do jornal Americas Quarterly, ironizou: "A presidente do PT critica a Lava Jato por não ter recuperado mais dinheiro que seu próprio partido roubou".

domingo, 7 de janeiro de 2018

Delegado alerta para falso atentado contra Lula que estaria sendo articulado pelo MST

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O delegado da Polícia Federal e deputado Fernando Francischini alertou para a possibilidade de um falso atentado contra o ex-presidente Lula, próximo à data de seu julgamento, para aumentar sua vitimização e fortalecer a "narrativa" de que o julgamento de Lula seria político. 

'Não é calote. O dinheiro foi para não voltar!', denuncia Janaína Paschoal sobre 'empréstimos' do BNDES a ditaduras

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
A jurista Janaína Paschoal explica que os calotes de Venezuela, Moçambique e, possivelmente, Angola, no BNDES, não são uma surpresa: "Começam a anunciar o 'calote' de bilhões, que Venezuela, Moçambique e Angola darão no BNDES! Não é calote. O dinheiro foi para não voltar! Aproveitaram a falta de transparência de ditaduras para maquiar o desvio de recursos públicos. Lavagem Internacional!".

sábado, 6 de janeiro de 2018

Gleisi surta porque funcionária do TRF-4 pediu a prisão de Lula nas redes sociais

Imagem: Reprodução / Youtube
A senadora ré e presidente do PT Gleisi Hoffmann se enfureceu porque uma funcionária do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, que julgará a apelação de Lula, pediu a prisão do ex-presidente em uma rede social. Gleisi publicou um texto e gravou um vídeo em que afirma que Lula só pode esperar "parcialidade e perseguição dentro do Tribunal Regional Federal". Para Gleisi, não é possível confiar no Judiciário e o único resultado aceitável é a absolvição de Lula. 

sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

STJ invalida provas contra traficante porque polícia entrou em sua casa e promotor se revolta

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O promotor Rodrigo Merli Antunes, que atua no Tribunal do Júri de Guarulhos, revoltou-se com uma decisão do STJ que invalidou provas contra um traficante de drogas porque a polícia entrou na casa dele: "em qualquer país sério, isso renderia uma boa cana. Mas, no Brasil, a culpa é da polícia, que não deixa o traficante traficar em paz".

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

'Nem um pio dos movimentos ditos feministas sobre as mulheres iranianas', lamenta Ana Paula do vôlei

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
Enquanto mulheres iranianas estão há 5 dias protestando por direitos mínimos, os movimentos ditos "feministas" em todo o mundo respondem com o mais absoluto silêncio. A campeã olímpica de vôlei Ana Paula chamou a atenção para o silêncio: "Até agora nem um pio dos movimentos ditos feministas sobre as mulheres iranianas, guerreiras que estão há 5 dias nas ruas lutando contra ditadores e a favor da democracia, da liberdade e da verdadeira igualdade". Entre os pedidos das mulheres iranianas está o simples direito de não serem obrigadas a cobrir as cabeças com o véu muçulmano. 

Se o chefão do PCC ameaçasse e constrangesse a Justiça para escapar de punição, como faz Lula, seria mandado à prisão de segurança máxima, diz procurador

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O procurador Ailton Benedito criticou a diferença do tratamento conferido a Lula quando comparado com o de outros criminosos. O ex-presidente vem incitando a militância a "invadir" Porto Alegre para pressionar o Judiciário, e há notícias de que membros do partido pressionam desembargadores. Para o procurador, se um chefe de organização criminosa como Marcola tomasse as mesmas atitudes, seria preso preventivamente e mandado a uma prisão de segurança máxima. 

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Gilmar Mendes 'chegou a um ponto em que não tem condições, sequer, de ter um acesso, mesmo pequeno, de humildade. Morrerá de beiço em riste'

Imagem: Gustavo Riedel / VPR
O colunista Paulo José Cunha, do site Congresso em Foco, publicou artigo em que observa a decadência da imagem do ministro do STF e presidente do TSE, Gilmar Mendes. Cunha observa que Gilmar Mendes tornou-se alvo de chacota da população, e acrescenta: "E não há que ter condescendência. É descer-lhe a ripa dia e noite, 'enquanto houver dia e enquanto houver noite'. A imagem pública de Gilmar foi esmigalhada pelo riso. E não há como apiedar-se dele, pois colhe rigorosamente o que plantou". 

Leia a mensagem de fim de ano da esposa de Sérgio Moro aos brasileiros

Imagem: Reprodução / Redes Sociais
No último dia de 2017, a esposa do juiz Sérgio Moro, Rosângela Wolff Moro, publicou uma mensagem aos brasileiros, em que afirma que "2018 será o ano da decisão", e recomenda: "Vote consciente! Vote no coletivo! Não aceite promessa nem Favor! Somos gigantes! Teu candidato é réu? Fujaaaaa!". 

Janaína detona hipócritas que fingem defender Direitos Humanos mas abandonam brasileiro preso por Maduro

Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O brasileiro Jonatan Moisés Diniz foi preso na Venezuela enquanto distribuía comida e roupas aos pobres. Acusado de "conspirar" contra o ditador Nicolás Maduro, ele foi preso sem julgamento e seu paradeiro é desconhecido. No entanto, o governo brasileiro não se manifestou, nem tampouco as entidades de "Direitos Humanos". A jurista Janaína Paschoal denunciou a hipocrisia: "O silêncio não é só do governo! Onde estão os defensores dos direitos fundamentais? Ah! Esqueci! Eles não se importam quando os abusos são praticados por ditadores amigos! Tem um brasileiro sequestrado na Venezuela e ninguém fala nada!". 

É um erro aguardar até Lula se candidatar para declará-lo inelegível, afirma jurista

Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O jurista Flávio Luiz Yarshell, professor titular da Faculdade de Direito da USP, em artigo publicado na Folha de S. Paulo, defende que a inelegibilidade de Lula deveria ser declarada o quanto antes, para reduzir a incerteza jurídica do País. Yarshell lembra que a lei brasileira só permite que a candidatura seja questionada após o registro, e que até o processo ser julgado, o candidato pode fazer sua campanha normalmente. E acrescenta: "a realidade mostra ser um equívoco continuar a recusar que essa discussão seja antecipada perante os órgãos competentes do Judiciário". 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...