sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

'Por conta do tal respeito às outras crenças, 80% de brasileiros cristãos vêm sendo proibidos de expressarem a sua fé', denuncia promotor

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O promotor Rodrigo Merli Antunes, que atua no Tribunal do Júri de Guarulhos, denunciou a perseguição à religião cristã no Brasil: enquanto ataques ao Cristianismo são aceitos com naturalidade pela imprensa, polícia e Ministério Público, a mera distribuição de um panfleto cristão ensejou até mesmo a perseguição legal dos responsáveis.  O promotor explica: "Estado laico não é isso! Estado laico não significa uma nação de ateus e de agnósticos, mas sim respeito a todas as crenças, não podendo o Poder Público criar embaraços à manifestação de qualquer sentimento religioso, desde que respeitoso".

Gleisi se revolta com intimação de 'chefe' do MST e diz que a Justiça tem que esperar os atos violentos para agir

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
A senadora ré e presidente do PT Gleisi Hoffmann se revoltou com a intimação, pela Justiça Federal do Rio Grande do Sul, do 'chefe' do MST, João Pedro Stedile. Ignorando as constantes ameaças à ordem pública, feitas inclusive por ela mesma, Gleisi mostra indignação por ver a Justiça agir para evitar violência nas manifestações: "Como assim? Intima previamente?! A Constituição brasileira garante o direito à livre manifestação. O MPF não está autorizado a intuir ou pressupor que protestos políticos serão violentos. Isso é criminalização dos movimentos sociais! Abaixo a ditadura".

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Ameaças vinculadas a um processo são um crime muito mais grave do que ameaças isoladas, alerta Janaína Paschoal

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
Nos últimos dias, os brasileiros vêm se questionando por que as autoridades nada fazem contra os líderes petistas que vêm propagando ameaças e divulgando discursos de incitação à violência. As redes sociais estão repletas de questionamentos perguntando se não há proibição às ameaças. A jurista Janaína Paschoal esclareceu que, uma vez que as ameaças se relacionam a um processo específico, são muito mais graves do que o crime "comum" de ameaça: "Gostaria de esclarecer que ameaças, quando vinculadas a um processo, constituem coação no curso do processo, um crime muito mais grave do que as ameaças isoladamente".

'É só uma impressão ou há senadores da República conclamando grupos de pessoas para atos de violência?', questiona juiz da Lava Jato

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O juiz Marcelo Bretas, responsável pela Lava Jato no Rio de Janeiro, questionou discretamente o Ministério Público sobre ameaças feitas pelo senador Lindbergh Farias em sua página do Facebook. O juiz Marcelo Bretas ironizou: "É só uma impressão ou há senadores da República conclamando grupos de pessoas para atos de violência? Não creio que isso seja um padrão racional de ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO". E enviou o questionamento ao Ministério Público Federal: "No entanto, melhor dirá o @MPF_PGR".

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Procurador aponta contradições e cobra MPF por não agir contra Gleisi depois de ela dizer que 'vai ter que matar gente'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O procurador Marcelo Rocha Monteiro questionou a inércia do Ministério Público Federal face às ameaças propagadas pela senadora ré e presidente do PT, Gleisi Hoffmann. Monteiro comparou o tratamento dado a Gleisi com o tratamento dado a outros políticos. Lembrando que o MPF agiu para impedir a posse de Cristiane Brasil e processou o deputado Jair Bolsonaro, mas nada faz contra a senadora ré, o procurador pergunta: "É isso mesmo, MPF?". 

Polícia teme que o PT ‘produza’ um cadáver dia 24, alerta jornalista

Imagem: Reprodução / DP
O jornalista Cláudio Humberto, do Diário do Poder, alerta para a possibilidade de uso de uma antiga tática pelo PT: criar e estimular conflitos para causar a morte de ao menos um manifestante. Segundo o jornalista, "só a comoção provocada por uma morte, na concepção de porraloucas petistas, poderia inibir a condenação de Lula por corrupção no Tribunal Regional Federal da 4ª Região". A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, declarou que, "para prender o Lula, vai ter que matar gente"

domingo, 14 de janeiro de 2018

Gleisi surta com jornalista que desmascarou postagem sobre suposto apoio a Lula

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
A senadora Gleisi Hoffmann publicou, em suas redes sociais, uma imagem de torcida do futebol europeu. Mostrando uma faixa que dizia "Forza Luca", a senadora viu uma linda homenagem a Lula e compartilhou com seus seguidores. Desmascarada pelo jornalista Olavo Soares, que explicou que a faixa faz referência ao torcedor italiano Luca Farnesi, vítima de uma briga entre torcidas, a senadora ré não mediu palavras: "Recebi de um torcedor! Fiz de boa fé! Sacanagem é esse tabloide virtual de quinta categoria ficar sacaneando. Confundidos são vcs, q fazem jornalismo por encomenda!". 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...