quarta-feira, 20 de setembro de 2017

'Bancada da chupeta' pede aos colegas que tenham 'coragem' para tirar dinheiro da saúde e dar para campanhas

Imagem: Reprodução / TV Senado
Os senadores que ficaram conhecidos, durante o processo de impeachment de Dilma, como a "bancada da chupeta", manifestaram-se há pouco no Senado, defendendo o projeto que dá metade dos recursos das emendas parlamentares aos partidos, para gastarem em campanhas. Os senadores Humberto Costa, Vanessa Grazziotin, Lindbergh Farias e Gleisi Hoffmann pediram aos colegas que tenham a "coragem" de admitir que precisam de muitos recursos para pagar as campanhas. 

'O cara do MST diz que vai pegar em arma e ninguém recrimina', diz Magno Malta ao defender o General Mourão

Imagem: Produção  Ilustrativa  / Gazeta Social
O senador Magno Malta manifestou-se favoravelmente a um requerimento que convocava o general Hamilton Mourão à Comissão de Direitos Humanos. O general Mourão defendeu que o Exército pode agir se o Judiciário não cumprir seu papel. Magno Malta afirmou que a convocação dará ao general uma oportunidade a mais para se expressar, e enfatizou a diferença de tratamento que é dada aos membros da extrema-esquerda: “O ativista do MST pode ir dentro do Palácio do Planalto e dizer que vai pegar em arma para defender Dilma (Rousseff), tenho o vídeo comprovando o acontecimento com os senadores presentes. Aí o general não pode falar. Só eles podem? Nós vamos ouvir o general e fazer o debate”.

Jucá propõe tirar dinheiro da saúde e educação para financiar campanhas e Caiado retruca: 'não é o que a sociedade quer'

Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O senador Ronaldo Caiado apresentou um projeto de financiamento de campanhas eleitorais que utiliza o dinheiro que é pago às rádios e televisões para transmitirem a propaganda eleitora. Dessa forma, a propaganda eleitoral seria transmitida pelas redes públicas e apenas o dinheiro que hoje já é utilizado estaria disponível para as campanhas. A proposta encontrou oposição do senador Romero Jucá, que apresentou uma proposta alternativa, que utiliza dinheiro das emendas de bancada dos parlamentares. Caiado retrucou: "não concordo dom tirar dinheiro de saúde e educação; não é o que a sociedade quer". 

'Será a última alternativa para este país?', comenta tenente da ROTA sobre discurso do General Mourão

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O tenente Santini, da ROTA, divulgou a fala do general Hamilton Mourão, que afirmou que o Exército deve agir caso o Judiciário não cumpra seu papel. O tenente Santini questionou: "Será a última alternativa para este país?". Apesar de uma campanha contra o general Mourão, o Comandante do Exército já afirmou que ele não será punido. 

'E se o STF decide tratar também a Lava Jato como uma grande pesquisa de campo? O general Mourão está dizendo que a Constituição terá que imperar. Eu assino embaixo', diz Janaína Paschoal

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
A jurista Janaína Paschoal mostrou os riscos à ordem constitucional que motivaram a fala do general Hamilton Mourão: lembrando que o TSE decidiu ignorar uma miríade de provas contra a chapa Dilma-Temer, apontou que o STF poderia fazer o mesmo com a Lava Jato, como também parece já ter sido feito na operação Castelo de Areia, com a participação do STJ. Janaína explica: "Se o crime tomou conta do país, alguém tem que defender a Constituição Federal. Foi isso que disse o Gen. Mourão. Eu assino embaixo".

'Só estão assustados com as declarações do General aqueles que defendem o caos. A resposta foi o que está previsto na Constituição Federal', diz deputado Alberto Fraga sobre General Mourão

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O deputado Alberto Fraga defendeu o general Hamilton Mourão, lembrando que não há motivos para atacá-lo: "Só estão assustados com as declarações do General aqueles que defendem o caos. A resposta foi o que está previsto na Constituição Federal".

Alexandre Frota defende fim das verbas públicas para artistas e retruca Tico Santa Cruz após ser bloqueado pelo cantor: 'Está correndo de quê? Qual é o medo?'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O ator e ativista Alexandre Frota criticou o uso de dinheiro público para financiar artistas consagrados, que poderiam financiar seus shows com suas próprias bilheterias, e "alfinetou" o cantor Tico Santa Cruz, que o bloqueou nas redes sociais. 

terça-feira, 19 de setembro de 2017

O Exército já tem 'planejamentos muito bem feitos' para o caso de necessidade de intervenção, afirmou o General Mourão

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O general Hamilton Mourão, em uma palestra, afirmou que o Exército pode ter que agir caso o Judiciário não cumpra sua função institucional. Segundo o general, membros do alto escalão do Exército avaliam que ainda não é o momento para a ação, mas ela poderá ocorrer após “aproximações sucessivas”. “Até chegar o momento em que ou as instituições solucionam o problema político, pela ação do Judiciário, retirando da vida pública esses elementos envolvidos em todos os ilícitos, ou então nós teremos que impor isso”. O general Mourão afirmou ainda que o Exército já tem "planejamentos muito bem feitos" para o caso de necessidade de intervenção.

Janaína Paschoal elogia pronunciamento do General Mourão: Importante ao falar sobre a responsabilidade do Judiciário frente aos crimes na política

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
A jurista Janaína Paschoal elogiou o pronunciamento do general Hamilton Mourão, que disse que o Exército poderá agir se o Judiciário não cumprir o seu papel de tirar os corruptos do poder. Para Janaína, a fala do general foi importante por ressaltar a responsabilidade do Poder Judiciário frente aos crimes na Política. E lembrou: "O General Mourão não falou em golpe! Ele alertou para a necessidade de funcionarem as instituições! É muito diferente!".

Carlos Bolsonaro se une ao pai em apoio ao General Mourão: 'O resto é mimimi'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
Respondendo a ataques de militantes, o deputado Carlos Bolsonaro defendeu o general Hamilton Mourão e seu pai, o deputado Jair Bolsonaro. Jair Bolsonaro defendeu o general e afirmou: "Não se faz democracia comprando votos e aceitando a corrupção por governabilidade. Reagir a isso é obrigação de qualquer civil ou militar".  Carlos Bolsonaro alfinetou os militantes:  "Cada um que interprete do jeito que quiser. Bolsonaro apenas defendeu a possibilidade de um civil ou militar se indignar, tudo seguindo as leis. O resto é mimimi".

Senador Cristovam Buarque ataca o General Mourão e intima Comando do Exército: 'Os comandantes precisam enfrentar general que sugere quebra das regras constitucionais'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O senador Cristovam Buarque atacou o general Hamilton Mourão, que afirmou que o Exército deve agir se o Judiciário não cumprir seu papel de tirar os corruptos do poder. Para o senador Cristovam Buarque, "falta de hierarquia à ordem constituída é a corrupção do Exército". O senador acredita que as instituições estão funcionando: "A Justiça está prendendo políticos corruptos, os comandantes precisam enfrentar general que sugere quebra das regras constitucionais".

'General Mourão vai para a cadeia. Prendam esse sujeito!', 'surta' Zé de Abreu

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O ator José de Abreu ficou tão ofendido com a fala do general Hamilton Mourão que acreditou que cabe a ele decidir a punição do militar. Zé de Abreu atacou: "Eu proponho que cumpram a Lei e prendam o sujeito".

Brunno Melo, da CBN, pede punição para o General Mourão: 'Discurso infeliz'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O jornalista Brunno Melo, da rádio CBN, ao divulgar a nota do Ministério da Defesa sobre o discurso do general Hamilton Mourão, classificou a fala de Mourão como "discurso infeliz" e acrescentou: "Deveria ser punido". Ao ser questionado por qual crime o general deveria ser punido, Melo respondeu: "Realmente não há crime de conspiração... Por isso digo punido administrativamente. No mínimo uma censura pública ou um afastamento".

Lindbergh Farias se une a deputado petista para exigir punição ao General Mourão: 'Estamos muito preocupados'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O senador Lindbergh Farias e o deputado Carlos Zarattini decidiram pedir a convocação do Ministro da Defesa, Raul Jungmann, para "explicar" as declarações do General Hamilton Mourão, que afirmou que o Exército agirá caso o Judiciário não faça sua parte em afastar os corruptos do poder. Lindbergh Farias e Zarattini pediram a punição do general e disseram estar "muito preocupados": "é a defesa de democracia que está em jogo". O senador Lindbergh Farias, que enfrenta processo no Conselho de Ética do Senado por tentar impedir os trabalhos dos colegas, agredir verbalmente outros senadores e mesmo ameaçar agressões físicas, considerou gravíssima a quebra de hierarquia. 

'Há um clima de absoluta tranquilidade e observância aos princípios de disciplina e hierarquia constitutivos das Forças Armadas', diz Ministro da Defesa após declaração do General Mourão

Imagem: Produção  Ilustrativa / Gazeta Social
Em sua manifestação sobre a fala do general Hamilton Mourão, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, lembrou que "as Forças Armadas estão plenamente subordinadas aos princípios constitucionais e democráticos e ao respeito aos Poderes constituídos". "E que há um clima de absoluta tranquilidade e observância aos princípios de disciplina e hierarquia constitutivos das Forças Armadas, que são um ativo democrático do nosso País", completou.

Procuradoria Geral da Justiça Militar diz que não há crime na fala do General Mourão: 'nenhum ilícito penal previsto no Código Penal Militar'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
Embora setores da esquerda estejam exigindo veementemente a prisão do general Hamilton Mourão, por dizer que o Exército deve agir se o Judiciário não cumprir sua função de afastar os corruptos do poder, a Procuradoria Geral da Justiça Militar informou que analisou a fala de Mourão e não encontrou “nenhum ilícito penal previsto no Código Penal Militar”.

Chefe do MTST, Boulos perde o controle e pede 'cadeia' para o General Mourão: 'Precisa ser parado a tempo'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O chefe do MTST, Guilherme Boulos, perdeu o controle e pediu a prisão do general Hamilton Mourão: "Cadeia para o general Mourão, que sugeriu golpe militar! Em 64, um outro Mourão, general Olimpio Mourão Filho não foi parado a tempo...".

General Mourão é integralmente apoiado por procuradora aposentada do DF: 'Mostrou que aqui não é Venezuela'; veja vídeo

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
A procuradora aposentada Bia Kicis manifestou seu apoio ao general Hamilton Mourão. Segundo Bia Kicis, o general simplesmente explicou que só ocorrerá uma intervenção militar se as instituições não cumprirem o seu papel. A procuradora diz ainda que não deve ocorrer intervenção, mas que é um alívio saber que as Forças Armadas estão atentas para garantir os direitos dos cidadãos. 

Gilberto Carvalho ameaça os brasileiros com guerra se Lula não for candidato

Imagem: Reprodução /  Redes Sociais
O ex-ministro Gilberto Carvalho, amigo de longa data de Lula e denunciado juntamente com ele, ameaçou o povo brasileiro com a possibilidade de uma guerra caso o ex-presidente não seja candidato em 2018. Em entrevista ao blog de Marcelo Auler, Carvalho disse: "Não vamos brincar com esta história de ter eleição no ano que vem sem o Lula. Não vai ser assim. Não pensem eles que vão tirar o Lula fora do jogo, artificialmente (…) Sem isto, vai ter guerra. Uma guerra que não será feita por nós. Será feita por estes tantos que demonstraram agora, na caravana, o amor e a esperança que eles têm no Lula e por esta gente que estava aqui hoje e os tantos milhões de brasileiros que nós vamos abraçar em outras caravanas futuras".

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

'Não sou político. Sou soldado', afirma General Mourão após mandar 'recado' a corruptos

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O general Hamilton Mourão, que afirmou que o Exército agirá se o Judiciário não for capaz de afastar os corruptos do poder, foi duramente atacado por setores da imprensa, mas também recebeu muito apoio da população, inclusive com sugestões para que se candidate à Presidência. Perguntado se pretende se candidatar, o general respondeu:  "Não. Não sou político. Sou soldado".

Eduardo Bolsonaro demonstra apoio ao General Mourão e questiona a população: 'E você, de que lado está?'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O deputado federal Eduardo Bolsonaro saiu em defesa do general Mourão, que afirmou que o Exército entrará  em ação  se os corruptos não forem afastados do poder. Eduardo Bolsonaro questionou a população: "O General Mourão não coaduna com a corrupção: 'ou os corruptos saem do poder ou nós vamos impor uma solução para isso'. E você? De que lado está?".

Colunista de O Globo pede a prisão do General Mourão: 'Militar na ativa não pode abordar temas políticos em público. Este general merece ser preso'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O colunista Ricardo Noblat, do  jornal O Globo, criticou duramente o general Hamilton Mourão, que afirmou que, se o Judiciário não afastar os corruptos do poder, o Exército agirá. Noblat chegou a pedir a prisão do general: "Discurso de golpista. Militar na ativa não pode abordar temas políticos em público. Este general merece ser preso".

Deltan Dallagnol aponta mais um grave caso de possível suspeição de Gilmar Mendes em processo por desvio de R$60 milhões

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O procurador e coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol, apontou mais um caso de possível suspeição do ministro do STF Gilmar Mendes. Com a delação do ex-governador do Mato Grosso, Silval Barbosa, a imprensa vem lembrando os laços de Gilmar Mendes com pessoas próximas ao delator. Dallagnol anotou que é "mais um caso envolvendo o ministro Gilmar com ar de suspeição: soltou duas vezes um acusado de desviar mais de R$ 60 milhões em concorrências fraudulentas". Trata-se do ex-deputado José Riva, conhecido como "o maior ficha suja do país".

'General Mourão deu o recado aos políticos corruptos e ao Judiciário', diz Joice Hasselmann após declaração polêmica

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
A jornalista Joice Hasselmann comentou as declarações do general Hamilton Mourão, que afirmou que o Exército está atento e agirá caso os corruptos não sejam retirados do poder. Para  a jornalista, "o General Mourão deu o recado aos políticos corruptos e ao Judiciário". 

José de Abreu xinga General Mourão e desafia autoridades a prenderem o oficial do Alto Comando

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O ator José de Abreu ficou ouriçado com as declarações do general Hamilton Mourão, que disse que o Exército pode intervir se os poderes não afastarem os corruptos. Zé de Abreu exigiu a prisão do general: "Quem vai ser o machão que vai mandar prender o general abestalhado?".

'Querem acabar com a Lava Jato e deixar todos livres', alerta procurador da Lava Jato

Adicionar legenda
Após a rescisão do acordo de delação dos irmãos Batista, parlamentares começaram a se movimentar para dificultar a realização de novos acordos. O procurador Carlos Fernando Lima, da Lava Jato, reagiu e escancarou as intenções dos parlamentares: “Querem acabar com a Lava Jato e deixar todos livres. É preciso impedir este Congresso de dificultar o combate à corrupção. Não se pode esperar nada de bom da atual legislatura, mas que pelo menos não mudem o que está funcionando”.

'É simplesmente alguém que coloque as coisas em ordem, e diga: atenção, minha gente vamos nos acertar aqui e deixar as coisas de forma que o País consiga andar', afirma General Mourão sobre 'intervenção'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
Em uma palestra, respondendo a perguntas, o general Hamilton Mourão afirmou que o Exército tomará providências se os corruptos não forem afastados do poder pelas vias normais. Acusado de insuflar uma intervenção militar, o general Mourão disse que “não está insuflando nada” e que não defendeu (a tomada de poder pelos militares), apenas respondeu a uma pergunta. 

Gleisi surta após General Mourão afirmar que está preparado para intervenção militar 'se for necessária' e 'pede a cabeça' do militar

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
A senadora ré e presidente do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann, ficou indignada com as declarações do general Hamilton Mourão, que, respondendo a perguntas sobre a possibilidade de intervenção militar, afirmou que o Exército está atento e intervirá se o Judiciário não cumprir sua função de afastar os corruptos do poder. Segundo o general, “Ou as instituições solucionam o problema político, pela ação do Judiciário, retirando da vida pública esses elementos envolvidos em todos os ilícitos, ou então nós teremos que impor isso”. Gleisi, que é ré por corrupção e vem sendo citada em inúmeras delações mas permanece senadora graças ao foro privilegiado, pediu punição para o general. 

domingo, 17 de setembro de 2017

Juiz federal cancela cartão do Santander e sugere que todos os que pensam que ofensa não é arte façam o mesmo

Imagem: Reprodução / Instagram
O juiz federal William Douglas utilizou sua conta no Instagram para se manifestar sobre a polêmica da exposição do Santander. O juiz relatou que, após 11 anos com o banco, cancelou seu cartão de crédito. O juiz sugeriu aos seus seguidores que encerrem suas relações com o Santander, e explicou ainda que a liberdade de expressão é também um direito do público. 


'O país que eles enganaram durante tanto tempo já não se deixa mais enganar', diz Miriam Leitão sobre os irmãos Batista

Imagem: Reprodução / Veja
A colunista Miriam Leitão, do jornal O Globo, desmascara o mimimi do empresário Joesley Batista, que tentou se vitimizar ao dizer que está preso porque delatou poderosos. Miriam Leitão lembra a Joesley que ele "está preso por corrupção, por ter comprado políticos para usufruir de vantagens. Se não confessasse, quando o fez, seria preso de qualquer maneira porque estava sendo investigado em cinco operações".

Janaína Paschoal humilha petistas: 'A história mostra que a verdade pode ser tratada como heresia. A Comissão de Ética do PT julgará Palocci conforme a ética de seus membros'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
A jurista Janaína Paschoal ironizou os petistas por quererem expulsar o ex-ministro Antonio Palocci quando o partido não expulsou nenhum membro investigado, réu ou mesmo condenado por corrupção: "A história mostra que a verdade pode ser tratada como heresia. A Comissão de Ética do PT julgará Palocci conforme a ética de seus membros".

sábado, 16 de setembro de 2017

General Mourão manda recado a corruptos: 'Se os poderes não chegarem a uma solução, nós vamos impor uma solução'; veja vídeo

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
Está circulando nas redes sociais um vídeo em que o General Mourão explica a militares em que circunstâncias a instituição pode ser forçada a intervir para criar uma solução para os problemas políticos do país. O general manda um duro recado aos corruptos.

Delegado desmente boato destinado a manchar a imagem da Polícia Federal e pede ajuda da população; veja vídeo

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O delegado da Polícia Federal e deputado Fernando Francischini desmentiu um boato que vem sendo divulgado pela internet, que tenta desmoralizar o trabalho da Polícia Federal. 

Proposta de extinção da Lei Rouanet se aproxima de 40 mil assinaturas e fica entre as mais votadas

Imagem: Reprodução / Redes Sociais
Uma ideia legislativa que propõe extinguir a Lei Rouanet atingiu, em 38 horas, a meta dos 20 mil apoios necessários para que seja analisada pelos senadores. Em apenas três dias, a ideia legislativa se aproxima dos 40 mil votos - o dobro da meta - e já está entre as mais votadas do site do Senado. A proposta pode ser consultada neste link

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

MPF dá nó em Lula com e-mails da Odebrecht para Okamotto, presidente do Instituto Lula; veja vídeo

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
No depoimento ao juiz Sérgio Moro no processo sobre o terreno para o Instituto Lula, o ex-presidente alegou que não tinha conhecimento de nada relativo ao imóvel, e acrescentou que não houve contato com a Odebrecht em relação ao assunto. Ele foi imediatamente desmentido pelo Ministério Público Federal, que mostrou os emails entre Paulo Okamotto e João Alberto Loveira, da Odebrecht, agendando a visita de Lula ao edifício. Restou a Lula alegar que Paulo Okamotto "não o representa". 

Lula tenta se vitimizar e leva 'cala-boca' de Moro: 'A minha convicção é que o senhor foi culpado'; veja vídeo

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
Em suas considerações finais no depoimento ao juiz Sérgio Moro, o ex-presidente Lula tentou reforçar o discurso de vítima perseguida assumido por seu advogado, e questionou a imparcialidade do juiz no outro processo em que já foi condenado. Moro não permitiu a gracinha de Lula e reiterou sua convicção de que Lula é culpado. 

Senador Requião perde a noção da realidade e diz que procuradora que se recusou a ser chamada de 'querida' por Lula demonstrou 'ódio e horror'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O senador Roberto Requião, em um ímpeto de raiva após o lamentável depoimento de Lula ao juiz Sérgio Moro, descarregou a frustração sobre a procuradora que pediu ao ex-presidente que a respeitasse e não a chamasse de "querida". A frase do senador mostra  a que nível chegou seu distanciamento da realidade: "O protesto da procuradora quando Lula num vício de linguagem a chamou de querida é execrável, abominável, demonstração de ódio e horror".

Advogado de Lula surta e acusa Moro de 'conspirar' com promotores

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O advogado de Lula, Cristiano Zanin, voltou às redes sociais para lamentar o resultado do depoimento do ex-presidente ao juiz Sérgio Moro. Na imaginação do advogado, o juiz e os promotores agem em conjunto para atacar Lula. Veja o que disse Zanin: "A maior demonstração de que Lula sente que não está sendo julgado com imparcialidade é que ele mesmo no final do depoimento fez esta pergunta a Moro. A técnica dos procuradores e de Moro foi repetir sucessivamente  perguntas a Lula e formular questões sobre assuntos estranhos ao processo. Não cabe a Lula responder perguntas estranhas ao processo ou sobre papéis apócrifos que têm a autenticidade questionada pela defesa".

'É tão dissimulado e mentiroso que até os seus apoiadores estão desencantados e sem argumentos', afirma Caiado sobre Lula

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O senador Ronaldo Caiado comentou o depoimento do ex-presidente Lula ao juiz Sérgio Moro e a baixíssima adesão aos atos de apoio organizados pelo partido, em Curitiba e na internet: "Lula é tão dissimulado e mentiroso que até os seus apoiadores estão desencantados e sem argumentos".

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Lula tenta mentir e difamar adversários e membros da Justiça, toma 'dura' e é interrompido por Moro; veja vídeo

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
Ao final do depoimento ao juiz Sérgio Moro, Lula teve a palavra para considerações finais. Lula acusou o juiz Sérgio Moro de racismo por usar a palavra "denegrir", e passou a reclamar de ser vítima de uma multidão que incluiria seus adversários, o  Ministério Público,  a imprensa e o próprio juiz, acusado de ser parcial. Lula conseguiu irritar o juiz Sérgio Moro, que lhe deu uma "dura" e interrompeu o discurso. 

Lula diz que achava que Marisa Letícia pagava o aluguel do apartamento; assista

Imagem: Reprodução
Questionado sobre o fato de não ter pago o aluguel do apartamento vizinho ao seu por muitos anos, o ex-presidente Lula disse que deixava a administração da economia doméstica para sua falecida esposa, Marisa Letícia: "Não tenho noção de como era feito". Lula afirmou ter ficado surpreso com o depoimento do proprietário, que negou os pagamentos: "Fiquei surpreso com o depoimento dele, porque nunca chegou a mim qualquer reclamação de que não estava sendo pago o aluguel. Ele declarava no imposto dele e eu declarava no meu". "Para mim, tava tudo normal". Perguntado sobre a existência de comprovantes de pagamento, Lula disse "deve ter".

Imagens de praça com 'apoiadores' de Lula tornam o ex-presidente alvo de chacota na web

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
Lula e os petistas estão sendo ridicularizados nas redes sociais. O partido esperava levar muito menos militantes ao local que no depoimento anterior. No entanto, a presença de ainda menos apoiadores do que o esperado deu margem à chacota.

FHC defende Lula em depoimento sobre caças suecos; veja vídeo

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso atuou como testemunha de defesa do ex-presidente Lula em processo em que Lula é acusado de receber vantagens para influir na decisão da compra de caças suecos. 

Consulta pública sobre revogação do Estatuto do Desarmamento já tem mais de 100 mil apoios

Imagem: Reprodução
Uma consulta pública aberta pelo Senado sobre a realização de um plebiscito para revogar o Estatuto de Desarmamento já ultrapassou a marca de 100 mil apoios. Os internautas, entretanto, reclamam do fato de um plebiscito  já  ter sido realizado sobre o assunto, sem que a vontade do povo tenha sido respeitada. Para votar na  consulta pública, clique neste link

Lewandowski concede habeas corpus e impede prisão após condenação em segunda instância

Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu Habeas Corpus (HC 137063) para afastar a execução provisória da pena imposta pela Justiça Militar a um primeiro-tenente da Polícia Militar do Estado de São Paulo, condenado a 6 anos e 8 meses de reclusão, em regime inicial semiaberto, por corrupção passiva (artigo 308, parágrafo 1° do Código Penal Militar), e crime continuado (artigo 71, caput do Código Penal). De acordo com o entendimento adotado pelo relator, em obediência ao princípio constitucional da presunção da inocência, a execução da pena só deve começar após o trânsito em julgado da sentença penal condenatória.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

'O Congresso está altamente contaminado! Apenas legisla em causa própria, esquece do povo que o elegeu', critica Levy Fidelix

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O presidente do PRTB e candidato à Presidência da República em 2014, Levy Fidelix, fez uma veemente crítica ao Congresso Nacional. De acordo com ele, "lamentavelmente, os três poderes da República estão mergulhados na sua maior crise, e o pior, não buscam alternativas e soluções que a maioria do povo brasileiro deseja e quer. Nosso Parlamento, altamente contaminado por sucessivos erros, apenas legisla em causa própria, se esquecendo de quem o elegeu". Assista ao vídeo:

Cidadãos preparam 'recepção' a Lula em Curitiba e fotos viralizam na web; veja

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O ex-presidente Lula, condenado a nove anos e meio de prisão, volta a Curitiba amanhã para depor em mais um dos outros cinco processos em que já é réu. No primeiro depoimento prestado a Moro, os petistas garantiram que levariam 70 mil pessoas, obrigando a uma grande mobilização de forças de segurança, mas reuniram menos de 5 mil pessoas. Desta vez, os petistas afirmaram que pretendem reunir 5 mil pessoas para apoiar o ex-presidente. Já os cidadãos que desejam manifestar seu descontentamento com Lula se adiantaram e "decoraram" a cidade para o ex-presidente, com diversos outdoors espalhados por Curitiba, com votos de que Lula seja preso em breve. 

domingo, 10 de setembro de 2017

Advogado protocola queixa-crime contra o Santander por exposição 'Queermuseu'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O advogado Adão Paiani informou que protocolou uma queixa-crime contra os responsáveis pela exposição "Queermuseu", promovida pelo Santander, encerrada após protestos. A exposição, que pretendia promover a diversidade, revoltou muitos cidadãos, que viram nas obras uma apologia à pedofilia e o crime de vilipêndio de objeto religioso. 

'Palocci agora tem que tomar cuidado para não ser deletado, como Celso Daniel', diz Roberto Jefferson

Imagem:  Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O presidente do PTB, Roberto Jefferson, alertou o ex-ministro Antonio Palocci sobre os riscos a que pode estar sujeito após sua confissão: "Depois de ter delatado Lula, Dilma, Gleisi e a máfia petista, Palocci agora tem que tomar cuidado para não ser deletado, como Celso Daniel".

Advogado de Joesley flagrado com Janot trabalhou para Lula e Dilma em ação para censurar vídeo na Folha Política

Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O advogado Pierpaolo Bottini, que advoga para Joesley Batista, Cláudia Cunha, Dilma Rousseff, entre outros, foi flagrado em um boteco com o procurador-geral da República, Rodrigo Janot
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...