quarta-feira, 18 de outubro de 2017

'A corrupção em nome da governabilidade segue a todo vapor em Brasília, mais especificamente no Senado! Isso não me cheira bem!', ataca Jair Bolsonaro

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O deputado federal e pré-candidato à Presidência Jair Bolsonaro reagiu à decisão do Senado, que revisou a ordem do STF para manter Aécio Neves no mandato: "A corrupção em nome da "governabilidade" segue a todo vapor em Brasília, mais especificamente no Senado! Isso não me cheira bem!".

terça-feira, 17 de outubro de 2017

'Criou-se um monstro!', afirma procuradora após votação que salvou Aécio

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
A procuradora Monique Cheker, após a votação do Senado que salvou Aécio Neves, enfatizou os efeitos da decisão do STF que submeteu a Corte ao Legislativo, esvaziando a função do Judiciário: "Senado, por 26 votos Sim e 44 Não, mantém Aécio. Romero Jucá diz no Plenário que o guardião da CF não é o STF. Criou-se um monstro".

'O Aécio tá igual ao Maluf: é culpado, mas ninguém pega!', diz humorista José Simão

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O humorista José Simão ironizou a situação do senador Aécio Neves, que recuperou o mandato após o Senado reverter decisão do STF: "O Aécio tá igual ao Maluf: é culpado, mas ninguém pega!'. 

'Fora traidores da Pátria, o Brasil não quer divisão', exclama Levy Fidelix em resposta a 'onda separatista'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O presidente do PRTB, Levy Fidelix, revoltou-se com a "onda separatista" que atinge o Brasil. "No Sul, pessoas - brasileiros como nós, que amam o verde e amarelo - querem que o Sul se separe. Mas não é só no sul. Na Amazônia já há gente trabalhando pelo "Amazônia é nossa".

'Aécio deve tudo ao PMDB. Tudo. Temer envolveu-se pessoalmente na operação de salvamento. Agora retribuirá na Câmara junto ao PSDB contra denúncia', afirma Natuza Nery

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
A jornalista Natuza Nery explicou como foi possível salvar o senador Aécio Neves no Senado, revisando decisão do STF: "Aécio deve tudo ao PMDB. Tudo. Temer envolveu-se pessoalmente na operação de salvamento. Agora retribuirá na Câmara junto ao PSDB contra denúncia. O resgate do soldado Aécio. Efeito Orloff contou como argumento. Mas, não fosse o PMDB, a vitória seria impossível". 

Janaína Paschoal faz grave alerta: 'Lula, Dilma, Temer, Aécio e seus juristas estão todos unidos contra nós, o povo. Não se iludam! Se não formos para a rua, vão anular tudo!'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
Após a decisão do STF de submeter suas decisões ao Legislativo, a jurista Janaína Paschoal alertou para a necessidade premente do povo ir às ruas: "Eu avisei, o perigo não vinha do Congresso. O perigo vem do Supremo. Só perceberam agora. Espero que não seja tarde! Não vamos deixar a Lavajato se tornar um Castelo de Areia! Lula, Dilma, Temer, Aécio e seus juristas estão todos unidos contra nós, o povo. Não se iludam! Se não formos para a rua, vão anular tudo!".

'A Justiça brasileira e os juízes de fato têm que provar ao Brasil que são maiores do que o STF', convoca general

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O General Paulo Chagas fez um apelo aos juízes para que continuem julgando de acordo com a Constituição e as leis, apesar das decisões do STF que desmoralizam o Judiciário, submetendo-o ao Legislativo: "ATENÇÃO! URGENTE! A JUSTIÇA brasileira e os JUÍZES de fato têm que provar ao Brasil que são maiores do que o STF".

Veja a lista dos senadores que votaram para salvar o mandato de Aécio Neves

Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O senador Aécio Neves teve hoje seu mandato restaurado pelo espírito de corpo dos senadores, que revisaram decisão de turma do STF. 

Senado decide revisar decisão do STF e mantém Aécio no mandato por 44 votos a 26

Imagem: Reprodução / TV Senado
O Senado decidiu, em votação aberta, rejeitar a decisão do STF e manter o mandato do senador Aécio Neves. Aécio tinha sido suspenso por decisão de Turma do STF, mas o plenário da Corte decidiu submeter o Supremo ao Legislativo, deixando aos senadores a decisão sobre o mandato de Aécio. Os senadores salvaram o mandato de Aécio por 44 votos a 26

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Hashtag #ParabensRecord vai aos trending topics após matéria detonando elite artística da Globo

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
No último domingo, a Rede Globo ficou tristemente famosa após a hashtag #Globolixo ir para os trending topics do Twitter. Isso aconteceu porque o programa Fantástico, do domingo passado, fez uma matéria com uma campanha clara contra a maior parte da população brasileira que rejeita coisas como o ato de forçar uma criança a tocar o corpo de um homem nu (a pretexto de “arte”).

Em frente à Câmara, placa de trânsito diz: 'Formação de quadrilha. Corrupção ativa. O grande acordo nacional'

Imagem: Dida Sampaio / Estadão
Na véspera da votação da denúncia contra Temer na CCJ e alguns dias após o STF se submeter ao Legislativo, uma placa de trânsito em frente à Câmara amanheceu hoje coberta com adesivo, com os dizeres: "Formação de quadrilha. Corrupção ativa. O grande acordo nacional".

domingo, 15 de outubro de 2017

Zé de Abreu fala das contas reprovadas e adota 'padrão Lula' ao colocar a culpa na ex-mulher

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O ator José de Abreu teve as contas reprovadas e foi condenado a devolver cerca de R$ 127 mil reais aos cofres públicos, após sua ex-esposa apresentar notas fiscais falsas. O ator se manifestou e adotou o "padrão Lula", tirando o corpo fora e jogando a culpa na ex-mulher, que descreveu como "uma de minhas sete ex-mulheres". Para José de Abreu, é a ex-mulher que tem que devolver o dinheiro de seu projeto. 

sábado, 14 de outubro de 2017

Janaína Paschoal ataca Carmen Lúcia: 'Noto um descompasso entre o discurso da Presidente do STF e suas decisões. Ela fala muito em combate à corrupção, mas não concretiza'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
A jurista Janaína Paschoal entende que o Supremo Tribunal Federal cometeu um grande erro ao submeter suas decisões ao Legislativo. Janaína Paschoal explica que a presunção de inocência aplica-se ao processo penal e não deve se tornar uma desculpa para manter um corrupto no poder: "a presunção de inocência serve para que as pessoas não sejam criminalmente punidas sem culpa formada! No que concerne ao exercício dos cargos públicos, o que prevalece é o interesse público, a preservação da coisa pública". Em relação à presidente do STF, Janaína atacou: "ela fala muito em combate à corrupção, mas não concretiza!".

General humilha Lewandowski: 'Não passou de um pigmeu entre gigantes, humilhado pela imensa superioridade moral dos homens de farda com os quais tentou, em vão, fazer- se confundir'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O General Paulo Chagas reservou palavras muito duras para classificar a decisão do STF de submeter-se ao Legislativo, e em particular ao ministro Ricardo Lewandowski. Lembrando que Lewandowski foi militar temporário, afirmou que o ministro "não passou de um pigmeu entre gigantes". O general ainda estendeu as críticas a todo o STF. 

'Fux faz no caso de Cesare Battisti aquilo que virou a especialidade do STF: defender os piores bandidos', afirma investidor

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O investidor Leandro Ruschel resumiu o significado do habeas corpus concedido por um ministro do STF para evitar a extradição de um assassino para seu país, onde foi condenado a duas penas de prisão perpétua: "Luis Fux faz no caso de Cesare Battisti aquilo que virou a especialidade do STF: defender os piores bandidos".

'Tomem vergonha! Ministros do STF adoram citar juristas italianos. Mas resistem a extraditar Battisti como se não houvesse Justiça na Itália', ataca jornalista

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O jornalista Mário Sabino, do site O Antagonista, ironizou os ministros do STF, dizendo que, embora mostrem admiração por juristas italianos, desrespeitam a Justiça italiana ao impedir a extradição de um assassino condenado. Sabino disse: "Ministros do STF adoram citar juristas italianos. Mas resistem a extraditar Battisti como se não houvesse Justiça na Itália. Tomem vergonha".

'Fux, do STF, torna réu Bolsonaro por responder calúnia e dá liminar a terrorista que assassinou 4 para não ser extraditado para a Itália!', protesta Carlos Bolsonaro

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O vereador Carlos Bolsonaro ironizou os critérios adotados pelo STF para classificar e combater crimes. Carlos Bolsonaro apontou que o ministro Luiz Fux concedeu habeas corpus a um assassino, para impedir sua extradição, mas considera necessário instaurar processo contra seu pai, o deputado Jair Bolsonaro: "FUX - STF: torna réu Bolsonaro por responder calúnia e dá liminar a terrorista que assassinou 4 para não ser extraditado para a Itália!". 

‘Candidatura avulsa vai bagunçar ainda mais a já bagunçada política brasileira’, afirma Levy Fidelix

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
A procuradora-geral da República Raquel Dodge deu um parecer favorável à apresentação de candidaturas avulsas (sem partido). A procuradora baseou o parecer no Pacto de São José da Costa Rica, do qual o Brasil é signatário. O pacto prevê que todos os cidadãos podem votar e ser eleitos, e concorrer a cargos públicos em condições de igualdade".

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

'Legal ser ministro do STF. Não deve satisfações a ninguém. Não precisa ser coerente. E ainda recebe bom salário acrescido de mordomias mil', ataca jornalista

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O jornalista Ricardo Noblat ironizou os ministros do STF que submeteram as decisões da Corte ao aval do Legislativo: "Legal ser ministro do STF. Não deve satisfações a ninguém. Não precisa ser coerente. E ainda recebe bom salário acrescido de mordomias mil". O jornalista fez ainda uma enquete sobre a credibilidade do Supremo, que mostrou que, entre os votantes, 73% disseram que sua confiança no STF está "abaixo do fundo do buraco".

'É desconcertante para o STF decidir que deixou de ser supremo. Em matéria de afastamento por corrupção de parlamentares os próprios decidirão', desabafa promotor

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O promotor Roberto Livianu definiu a decisão do STF de submeter suas ordens ao Legislativo como um "triste momento da nossa justiça". Segundo o promotor, "É desconcertante para o STF decidir que deixou de ser supremo. Em matéria de afastamento por corrupção de parlamentares os próprios decidirão".

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

'Aplicaram um golpe decisivo no combate à corrupção e na Operação Lava Jato', afirma jornalista sobre STF

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O jornalista Helio Gurovitz explicou o impacto da decisão do STF de se submeter ao Legislativo sobre a operação Lava Jato e sobre o combate à corrupção em geral: "Numa pantomima farsesca ontem à noite, os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) – em especial a presidente Cármen Lúcia, a quem coube o voto de Minerva – salvaram a pele do senador Aécio Neves e dissiparam a crise institucional com o Congresso. Mas aplicaram um golpe decisivo no combate à corrupção e na Operação Lava Jato".

'Tribunal Militar, isento, para julgar políticos corruptos, não Corte nomeada por ex-presidentes a quem juízes do STF servem como lacaios', propõe jornalista

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
Para o jornalista Nelson Carvalheira, o julgamento do STF que submeteu a própria Corte ao Legislativo demonstrou a inadequação do Supremo para julgar os políticos. O jornalista sugeriu que o julgamento de políticos corruptos seja feito por um Tribunal Militar: "Tribunal Militar, isento, para julgar políticos corruptos, não Corte nomeada por ex-presidentes a quem juízes do STF servem como lacaios". 

"'Decisão judicial é pra ser cumprida'. Era assim até hoje - mas o STF acaba de dizer que, a depender do caso, dá-se um jeito", afirma procurador

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
Logo após o julgamento do STF que submeteu a Corte ao Legislativo, o procurador Bruno Calabrich desabafou: "'Decisão judicial é pra ser cumprida'. Era assim até hoje - mas o STF acaba de dizer que, a depender do caso, dá-se um jeito".

'É uma cuspida na cara do cidadão de bem e das vítimas da violência aqui no Brasil', revolta-se delegado sobre 'saidão' de Ana Jatobá e Suzanne Von Richtoffen

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O deputado Delegado Francischini exibiu imagens de Ana Jatobá e Suzanne Von Richtoffen deixando o presídio para o feriado de 12 de outubro e manifestou sua revolta: "Ana Jatobá, que matou a própria enteada e jogou-a pela janela, e Suzanne Von Richtoffen, que matou os próprios pais, dormindo e a pauladas, estão saindo hoje do presídio, beneficiadas pelo "saidão" do dia das crianças. Esta é a lei brasileira, um convite à impunidade. Meu projeto de lei que proíbe essa imoralidade ainda aguarda votação na Câmara. A saída delas do presídio é uma cuspida na cara do cidadão de bem e das vítimas da violência aqui no Brasil". Assista ao vídeo:

'A interpretação da lei no país muda conforme a pessoa em questão', diz Miriam Leitão sobre última decisão do STF

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
A jornalista Miriam Leitão analisou o julgamento que submeteu o Supremo Tribunal Federal ao Legislativo e afirma que, ainda mais grave do que a tensão institucional a que o país chegou é "constatar que a interpretação da lei no país muda conforme a pessoa em questão".

'O STF transformou o Brasil em Estado Democrático do Dinheiro com sua última decisão', afirma jornalista

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
Após o Supremo Tribunal Federal submeter suas decisões ao Legislativo, o jornalista Mario Sabino descreveu o significado do julgamento: "O que ocorreu hoje no STF é um caso inédito no mundo: o de uma Corte Suprema que promoveu a autocassação. É o Estado Democrático de Dinheiro".

'Parlamentares têm foro privilegiado, imunidades contra prisão e uma nova proteção: um escudo contra decisões do STF, dado pelo próprio STF', diz Deltan Dallagnol, procurador da Lava Jato

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O procurador e coordenador da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol, lamentou a decisão do STF de submeter a Corte ao Legislativo e assim dar poderes quase absolutos aos parlamentares, favorecendo os corruptos e facilitando sua manutenção no poder. Dallagnol disse: "Parlamentares têm foro privilegiado, imunidades contra prisão e uma nova proteção: um escudo contra decisões do STF, dado pelo próprio STF".

Roger, do Ultraje a Rigor, desmascara artistas que se dizem 'contra a difamação e a censura'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O vocalista Roger, da banda Ultraje a Rigor, desmascarou com poucas palavras o "movimento" de esquerda que se diz "contra a difamação e a censura". Roger lembrou que os artistas que se apresentam como "contra a censura" não medem esforços para censurar quem pensa diferente: "Todos contra a censura e difamação. A menos que seja o Danilo, o Lobão, eu, a Janaína Paschoal, o Amado Batista, a Ana Paula...". 

'Não surpreende que os parlamentares continuem praticando crimes: estão sob suprema proteção', lamenta Deltan Dallagnol

Imagem: Pablo Jacob / Agência O Globo
O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, lamentou a decisão do STF que submeteu as decisões da Corte Suprema ao Legislativo: "Parlamentares têm foro privilegiado, imunidades contra prisão e uma nova proteção: um escudo contra decisões do STF, dado pelo próprio STF. Não surpreende que anos depois da Lava Jato os parlamentares continuem praticando crimes: estão sob suprema proteção. Fica o reconhecimento à minoria que vem adotando posturas consistentes e coerentes contra a corrupção, especialmente os ministros Fachin e Barroso".

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

'A partir de hoje temos nova Corte: o "Subpremo". É aquele tribunal que não dá mais a última palavra sobre questões judiciais', ironiza procurador

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O procurador Vladimir Aras enfatizou o impacto da decisão do Supremo que submeteu ao Congresso as medidas cautelares impostas pelos ministros a parlamentares. Segundo o procurador, ao submeter o Supremo ao Senado, a presidente do STF - responsável pelo voto de Minerva - criou uma nova entidade: o "Subpremo" - "aquele tribunal que não dá mais a última palavra sobre questões judiciais em sede penal"

'Manda quem pode, desobedece quem tem juízes', diz procurador sobre decisão do STF

Imagem: Reprodução / Redes Sociais
O procurador Hélio Telho lamentou a decisão do STF que submeteu as decisões da Corte às casas parlamentares se as medidas cautelares impostas a senadores ou deputados os incomodarem no exercício de seus mandatos. Telho explicou: "Resumindo o que o STF decidiu hoje: 'manda quem pode, desobedece quem tem juízes'."

'Com todo o respeito, passaram a mão na bunda do STF', diz colunista sobre decisão 'salva-Aécio'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O colunista Ricardo Noblat avaliou a decisão do STF, com voto de minerva dado pela presidente Carmen Lucia, como uma "vergonha": "Com todo o respeito, passaram a mão na bunda do Supremo Tribunal Federal". O colunista explicou: "Sumissão ao parlamento. Foi isso o que decidiu Cármen. Vergonha!!!". E lamentou: "O Supremo Tribunal Federal se apequenou. Não foi a primeira vez. Foi a mais grave até aqui. Sabe-se lá amanhã...".

Ato convocado pelo PT para pedir anulação de impeachment de Dilma fracassa e vira alvo de chacota

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social

Líderes petistas convocaram, nesta manhã, a militância do partido para se manifestar em frente ao STF, pedindo a anulação do impeachment de Dilma. Por volta das 15:00, o presidente do PTB, Roberto Jefferson, publicou uma foto do local, deserto, e alfinetou: "Foi um fracasso retumbante a convocação do PT à sua militância para que fosse à praça dos Três Poderes pedir o cancelamento do impeachment".


Julgamento do STF decide que país é o Brasil, diz colunista; assista ao vivo

Imagem: Reprodução
O colunista Josias de Souza realizou uma análise do significado do julgamento de hoje do Supremo Tribunal Federal. Para ele, "Se o Supremo exibir nesta quarta-feira um comportamento de Supremo, revelará que o Brasil é um país com direito a um começo. Se decidir que a palavra final sobre sanções cautelares cabe aos congressistas, demonstrará que o Brasil é um país em que as pessoas que vivem de esperança arriscam-se a morrer de fome".

terça-feira, 10 de outubro de 2017

Deputado do Rede, de Marina Silva, 'surta' após associação declarar apoio ao General Mourão: 'atitude reacionária e condenável'

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
Após a Associação Comercial e Industrial de Ponta Grossa publicar um anúncio em jornal declarando apoio público ao General Mourão (saiba mais clicando aqui), o deputado Aliel Machado, do partido Rede, de Marina Silva, teve um "surto". De acordo com ele, "A ditadura não é remédio para a corrupção. Muito pelo contrário, a concentração de poder é ambiente propício para o uso do poder em benefício próprio. O sistema democrático de pesos e contrapesos é a única garantia de um sistema institucional de combate a corrupção. “Nos conforta saber que Ponta Grossa não é isso. Nossa cidade merece respeito. Não será uma atitude reacionária e condenável que a fará perder a sua alma lutadora e esperançosa por uma democracia verdadeiramente inclusiva, justa e igual".

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

'Dona Regina é alt right mega hiper max ultraconservadora! Vovó fascista! Onde já se viu se preocupar com as crianças!', ironiza Ana Paula, campeã do vôlei

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
A campeã de vôlei Ana Paula ironizou a abordagem da emissora Globo e seus artistas, que tentaram transformar a reprovação da sociedade a um crime em uma espécie de "ataque conservador": "Dona Regina é alt right mega hiper max ultraconservadora! Vovó fascista! Onde já se viu se preocupar com as crianças!".

'A atriz bobinha acha fofo peladão com criança por causa dos índios? Então pode infanticídio também?', questiona economista

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O economista Rodrigo Constantino humilhou a atriz global que justificou a "performance" em que uma criança foi estimulada a tocar um homem nu em frente a uma plateia dizendo que os índios andam nus. Constantino questionou se a atriz acha que todos os hábitos de índios deveriam ser adotados: "A atriz bobinha acha fofo peladão com criança por causa dos índios? Então pode infanticídio também? Somos Todos Dona Regina".

'Somos Todos Dona Regina em repúdio à intolerância da Rede Globo', defende Marco Feliciano

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O deputado Marco Feliciano manifestou sua indignação com a abordagem da rede Globo sobre a questão da criança que foi estimulada a tocar um homem nu em frente a uma plateia: "Ou a sociedade se levanta agora ou a Rede Globo vai imprimir sua marca na construção de uma sociedade perversa. Deixe nossas crianças em paz! Somos Todos Dona Regina em repúdio à intolerância da Rede Globo".

'Dona Regina merece aplauso. Não mudou de opinião mesmo confrontada por todos os falantes artistas globais. Ela tem mais coragem que muitos', afirma jornalista

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O jornalista Guilherme Macalossi elogiou a coragem da senhora que enfrentou os artistas globais em um programa que visava expressar uma única opinião: "Os artistas que se depararam com a intervenção de Dona Regina no 'Encontros' pareciam aqueles adolescentes reclamando do moralismo da vovó. Dona Regina merece aplauso. Não mudou de opinião mesmo confrontada por todos os falantes artistas globais. Ela tem mais coragem que muitos".

'O Brasil precisa de mais dona Regina e menos artistas globais', afirma procurador

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
"O Brasil precisa de mais dona Regina e menos artistas globais", disse o procurador Ailton Benedito sobre a senhora que participou de um programa da Globo e teve a coragem de enfrentar os artistas que tentavam impor o "consenso" de que não haveria nenhum problema em uma mãe estimular sua filha pequena a tocar um homem nu em frente a um público. Dona Regina lembrou aos artistas que tratava-se de uma criança, que deveria ser protegida de abusos.

'Dona Regina derruba o mundo de Bobby com delicadeza e ternura', diz Senador José Medeiros

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O senador José Medeiros ironizou a reação dos artistas em um programa da rede Globo, em que uma cidadã enfrentou o "consenso" dos artistas e defendeu que uma criança deve ser protegida, inclusive da própria mãe. Sobre a cidadã, o senador José Medeiros disse: "Dona Regina derruba o mundo de Bobby com delicadeza e ternura".

'Estou com D. Regina e não abro. Ela foi corajosa e firme em sua posição mesmo sofrendo o cerco dos artistas da Globo', diz Roberto Jefferson

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O presidente do PTB, Roberto Jefferson, louvou a coragem da cidadã Dona Regina, que, participando de um programa de televisão que tentava impor um "consenso" de que não havia problemas na "performance" em que uma criança era estimulada a tocar um homem nu, levantou-se e opinou de forma contrária aos artistas, afirmando que a criança deveria ser protegida, inclusive da própria mãe. Roberto Jefferson afirmou: "Estou com D.Regina e não abro. Ela foi corajosa e firme em sua posição mesmo sofrendo o cerco dos artistas da Globo".

'D. Fernando lembrou que estão desconstruindo conscientemente valores: família, escola, leis, ética', relata Alexandre Garcia

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O jornalista Alexandre Garcia relatou que, em missa no Mosteiro de São Bento, o Arcebispo Dom Fernando lembrou que estão desconstruindo conscientemente valores como família, escola, leis, ética.

Danilo Gentili escancara hipocrisia e covardia de 'artistas' que se dizem contra censura e faz sucesso nas redes sociais

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O humorista Danilo Gentili está fazendo sucesso entre os internautas ao denunciar, mais uma vez, como são seletivos os protestos da "classe artística" contra a censura. Embora mostrem profunda indignação com qualquer crítica à obra de artistas de esquerda, a "classe artística" não costuma se indignar quando o artista censurado é de direita, mesmo que a censura seja real e evidente. 

domingo, 8 de outubro de 2017

Após prisão de Nuzman, vídeo em que Lula aparece chorando ao seu lado se espalha na web; veja

Imagem: Reprodução / Youtube
Após a prisão do presidente afastado do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman, voltou a circular nas redes sociais um vídeo que mostra o ex-presidente Lula ao lado de Nuzman, chorando copiosamente ao anunciar o sucesso da iniciativa conjunta. 

Ciro Gomes cai em 'pegadinha' na praia e vira piada na internet; veja vídeo

Imagem: Reprodução / Youtube
Circula nas redes sociais um vídeo que mostra um rapaz fazendo uma "pegadinha" com o pré-candidato Ciro Gomes. O rapaz pede para fazer um vídeo com Ciro Gomes e aproveita para promover o pré-candidato Jair Bolsonaro. 

sábado, 7 de outubro de 2017

Delegado explode após 'Direitos Humanos' irem a cidade fiscalizar tratamento a presos enquanto ignoram família de criança de 6 anos assassinada; veja vídeo

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O deputado Delegado Francischini fez duras críticas a um grupo de "direitos humanos" que foi à cidade de Umuarama, onde, após o brutal assassinato de uma menina de seis anos, a população tentou invadir a cadeia para punir o assassino estuprador. Como relata o Delegado Francischini, o grupo que afirma se importar com direitos humanos não visitou a família da vítima, e sim foi ao presídio para saber do bem-estar dos criminosos. 

Em vídeo, Bolsonaro responde à Revista VEJA: 'O que está em jogo é o futuro de uma nação'; veja vídeo

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
Em vídeo produzido para rebater reportagem da revista Veja que o  apresenta como uma "ameaça", o deputado Jair Bolsonaro mostra cenas de apoio popular e diz: "o que está em jogo é o futuro de uma nação". 

Apoiador de Bolsonaro encontra Maria do Rosário em aeroporto e a humilha com 'pegadinha' hilária; veja vídeo

Imagem: Reprodução / Youtube
Um apoiador do deputado Jair Bolsonaro fez uma "pegadinha" com a deputada Maria do Rosário, pedindo para gravar um vídeo com ela. Enquanto acreditava que o homem era um militante petista, a deputada manifestava carinho pelo filho do homem enquanto dava instruções para a gravação. Quando o homem revelou ser apoiador de Bolsonaro, Maria do Rosário rapidamente afastou a criança e foi embora. 

Roberto Jefferson relata como petistas e Bolsonaro estão sendo tratados nos aeroportos e faz sucesso na web; veja vídeo

Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
O presidente do PTB, Roberto Jefferson, relatou em áudio sua experiência ao tomar o mesmo voo que o deputado Jair Bolsonaro e observar as reações da população ao pré-candidato e aos militantes petistas. O relato está fazendo sucesso na internet. 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...