terça-feira, 27 de agosto de 2019

‘O Brasil pode se tornar o país da insegurança e da impunidade’, diz senadora Juíza Selma sobre o ‘abuso de autoridade’


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
A lei do ‘abuso de autoridade’, aprovada pela Câmara dos Deputados, foi enviada ao presidente Jair Bolsonaro, que pode sancioná-la, vetá-la completamente, ou vetar dispositivos individualmente. Há uma intensa mobilização da sociedade, que foi às ruas e pediu o veto integral da lei. 



Ouça:


A senadora do PSL por Mato Grosso, Juíza Selma, demonstra preocupação com o assunto. “Essa Lei restringe a atuação do Ministério Público, juízes e autoridades policiais o que acaba beneficiando não só os colarinhos brancos, mas também os traficantes, estupradores, homicidas, todo tipo de criminoso”, assinala a parlamentar. 

Leia também: 
‘Ele vai ter que retirar essas palavras, e aí nós podemos conversar’, diz Bolsonaro sobre Macron
AO VIVO: BOLSONARO ABRE A 'CAIXA-PRETA' DA AMAZÔNIA E DENUNCIA PLANOS CONTRA O BRASIL
Comandante do Exército se pronuncia na Câmara dos Deputados e garante que Forças Armadas estão prontas
Senador de estado da Amazônia desmascara Macron, retruca intimidação a Bolsonaro e refuta manipulações da mídia
Generais concedem coletiva sobre ação emergencial do Governo Bolsonaro na Amazônia
Senador Álvaro Dias apoia milhões de manifestantes que foram às ruas, detona 'abuso de autoridade' e aprovação na Câmara
Senador Kajuru retruca Davi Alcolumbre, defende CPI Lava Toga e reivindicações de manifestações deste domingo

Ministro de Bolsonaro rebate jornalista da Globo, denuncia Globo News e desmonta manipulações sobre Amazônia

Para Selma, a lei pode trazer efeitos negativos para a credibilidade do país no cenário internacional. “A consequência disso se não for vetado é muito grave, pois o Brasil se torna cada vez menos atrativo para investimento internacional, além de se tornar um país da insegurança e da impunidade, tudo o que a gente não quer”, destaca.

A senadora defende o veto integral da lei, pois argumenta que além dos problemas técnicos, essa seria uma forma de demonstração de respeito aos cidadãos. “Meu apelo ao presidente da república é no sentido de que ele vete integralmente a proposta em consideração ao povo brasileiro que se viu mais uma vez esfaqueado pelas costas com a aprovação desse projeto”, pontua.

“Nós esperamos que isso seja feito e que o presidente não se preocupe com as consequências desse veto, pois ele pode até perder o apoio político, mas o apoio do povo ele não perde nunca”, completa.

Veja também: 







Gazeta Social
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...