domingo, 24 de fevereiro de 2019

Guaidó vai pedir apoio internacional para garantir entrada da ajuda humanitária na Venezuela


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
Em meio ao agravamento da crise e da violência na Venezuela, o presidente interino venezuelano, Juan Guaidó, afirmou, nas primeiras horas de hoje (24), que vai pedir formalmente a ajuda internacional para garantir a chegada de mantimentos e medicamentos doados.


Guaidó disse que vai se reunir amanhã (25) com aliados, pois acredita que com pressão interna e externa será possível avançar. 

Ouça: 


“Para avançar em nossa rota, nos reuniremos na segunda-feira com nossos aliados da comunidade internacional, e continuaremos a solicitar ações futuras dentro do país. A pressão interna e externa é fundamental para a liberação”, disse o presidente nas redes sociais.

Leia também: 

Guaidó ressaltou que a violência registrada o obriga a pedir o apoio internacional. Ele se referiu aos ataques sofridos por venezuelanos por parte de militares da Venezuela nas fronteiras do Brasil e da Colômbia com a Venezuela. Caminhões com toneladas de alimentos e remédios foram queimados para que não fossem distribuídos ao povo. Pelo menos duas pessoas morreram e centenas ficaram feridas.

“Os acontecimentos de hoje [ontem] obrigam-me a tomar uma decisão: a apresentar formalmente à comunidade internacional que devemos ter todas as opções em aberto para alcançar a libertação deste país que está lutando e continuará a lutar. Esperança nasceu para não morrer, Venezuela”, ressaltou nas redes sociais.

Veja também: 








Gazeta Social
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...