domingo, 28 de abril de 2019

‘Os deputados federais inventaram uma lei que apaga a responsabilidade dos partidos políticos. E nós pagaremos a conta’, alerta Modesto Carvalhosa


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O jurista Modesto Carvalhosa iniciou uma série de postagens sobre o que chamou de “O Grande Festival da Corrupção Brasileira”. Segundo Carvalhosa, ele pretende expor “três sórdidas medidas que institucionalizam ainda mais o esquema de corrupção no Brasil”.  A primeira medida, segundo o jurista, vem da Câmara dos Deputados, que “aprovou, no último dia 24 a Lei que anistia os partidos políticos das multas aplicadas pela Receita Federal aos diretórios municipais das maiorias das legendas. Juntas somam 70 BILHÕES DE REAIS. É a chamada corrupção legalizada. Sim, não existe apenas a corrupção criminalizada, que advém das propinas pagas aos políticos e a servidores públicos. Os deputados federais inventaram uma lei que apaga a responsabilidade dos partidos políticos. E nós pagaremos a conta. Ações como essa reforçam a corrupção institucionalizada. Ferem o princípio da moralidade, da impessoalidade e da legalidade proclamados no art. 37 da Constituição Federal. A Procuradoria Geral da República - PGR e a cidadania, mediante ação popular, precisam derrubar essa medida corrupta”. 

Ouça: 


Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...