sexta-feira, 4 de janeiro de 2019

Questionada por jornalistas da Globo, Damares Alves se pronuncia sobre 'menino veste azul e menina veste rosa'


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
Em entrevista com a Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, a jornalista Andréia Sadi perguntou se ela se arrepende da declaração que foi ridicularizada por militantes de esquerda. Damares respondeu: “De jeito nenhum. Eu fiz uma metáfora. Nós temos no Brasil o outubro cor-de-rosa, que diz respeito ao câncer de mama; temos o novembro azul, que se refere ao câncer de próstata. Quando eu disse “meninas usam rosa, meninos usam azul”, eu quis dizer: nós vamos respeitar a identidade biológica das crianças. E digo mais: podemos chamar meninas de princesa e meninos de príncipe, e isso não traz nenhuma confusão para as crianças”. 

Ouça: 


O jornalista Merval Pereira sugeriu que a ministra deveria moderar a linguagem para não ofender a militância, e questionou se não seria melhor “falar menos e fazer mais”. Damares retrucou expondo o viés da imprensa: “Veja só, eu comecei ontem. Tá difícil ter um resultado de um ministério que começou ontem. As minhas falas estão sendo pinçadas de mensagens em igrejas enquanto pastora. Como ministra, me pronunciei apenas ontem, e duas ou três entrevistas enquanto eu estava indicada, falando sobre a transição”.

Leia também:

 Veja também: 







Gazeta Social
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...