sábado, 17 de novembro de 2018

Médicos cubanos no exílio apoiam Bolsonaro: 'O governo cubano é o único responsável por sair dos Mais Médicos'


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
A associação “Não Somos Desertores”, de profissionais de saúde cubanos que estão exilados, manifestou apoio ao presidente eleito Jair Bolsonaro e afirmou que “O governo cubano, apesar de tentar redirecionar a culpa ao presidente do Brasil, é o único responsável pelo fim da colaboração cubana no Brasil no programa Mais Médicos”. 


Ouça o texto divulgado pelos médicos exilados:   


Leia também: 

Veja também: 









Gazeta Social
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...