quarta-feira, 14 de novembro de 2018

‘A ditadura cubana demonstra grande irresponsabilidade’, diz Bolsonaro após Cuba abandonar Mais Médicos


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O presidente eleito Jair Bolsonaro respondeu à nota do governo cubano que comunicou o abandono do programa Mais Médicos. Bolsonaro disse: “Condicionamos a continuidade do programa Mais Médicos à aplicação de teste de capacidade, salário integral aos profissionais cubanos (hoje a maior parte é destinada à ditadura), e a liberdade para trazerem suas famílias. Infelizmente, Cuba não aceitou. Além de explorar seus cidadãos ao não pagar integralmente os salários dos profissionais, a ditadura cubana demonstra grande irresponsabilidade ao desconsiderar os impactos negativos na vida e na saúde dos brasileiros e na integridade dos cubanos”.


Ouça: 


ATUALIZAÇÃO: Bolsonaro acrescentou: "Atualmente, Cuba fica com a maior parte do salário dos médicos cubanos e restringe a liberdade desses profissionais e de seus familiares. Eles estão se retirando do Mais Médicos por não aceitarem rever esta situação absurda que viola direitos humanos. Lamentável!".

Leia também: 
Gleisi acusa Dona Marisa no caso do sítio de Atibaia e afirma que irá tirar Lula da cadeia; veja vídeo
AO VIVO: Senadores se pronunciam sobre governo Bolsonaro, Escola Sem Partido e outras polêmicas
URGENTE: Cuba abandona ‘Mais Médicos’ após Bolsonaro dizer que pagaria os salários aos próprios médicos



Veja também: 





Gazeta Social
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...