quinta-feira, 4 de outubro de 2018

URGENTE: Major Costa e Silva, candidato em São Paulo, é alvo de atentado a tiros


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
Dois homens em uma moto abriram fogo contra o carro onde se encontrava o candidato da Democracia Cristã (DC) ao governo do estado de São Paulo, Major Costa e Silva, na noite desta quarta-feira (3) na Estrada Cooperativa, em Ribeirão Pires, na Grande São Paulo.


Ouça: 


Um dos tiros chegou a acertar Capitão Munhoz, seu coordenador de campanha, mas ele usava colete à prova de balas. O carro acabou capotando. De acordo com o boletim de ocorrência do caso, os motociclistas fugiram e ninguém ficou ferido. As vitimas retornavam de um evento político em Mauá, quando foram alvo dos disparos.

Leia também: 
Haddad é o petista com menor intenção de votos desde 1994, aponta Datafolha

Um dos tiros chegou a acertar Capitão Munhoz, mas ele usava colete à prova de balas e reagiu. O candidato Major Costa e Silva não foi atingido. A assessoria de imprensa do candidato informou que o carro capotou porque os tiros atingiram o pneu. O veículo acabou caindo em um córrego.

Major Costa e Silva e Capitão Munhoz só conseguiram sair do veículo após atirarem contra o para-brisa. Os dois foram levados para o Hospital Santa Helena, em Santo André, onde passarão a noite.

A seguir, escute as notas públicas divulgadas pela assessoria do militar:

Nota número 1, publicada às 22 horas:

"Informo atentado ao Major Costa e Silva, candidato ao governo de São Paulo, ocorrido há alguns minutos.
Motocicletas fecharam o veículo na estrada Mauá-São Paulo e descarregaram suas armas no veículo. Motorista atingido e veículo caiu no rio. Sem mais informações por enquanto.
Convoco a todos a uma corrente de oração em proteção de todos que lutam nesse momento contra essa organização criminosa e poderosa que se fez dona de nossa pátria através do aparelhamento do sistema político.
Sangue justo começou a ser derramado, mas todos que empunharam suas espadas estão dispostos ao sacrifício pela limpeza desta nação."

Nota número 2, publicada às 22 horas e 37 minutos:

"O Major Costa e Silva e o Capitão Munhoz se encontram fora de perigo, sob proteção da polícia em um hospital, com leves escoriações. O Major precisou efetuar disparos para a garantia de suas vidas, mas não atingiu os criminosos.
Por questão de segurança nos foi solicitado o sigilo do nome do hospital. 
Maiores informações publicaremos nesta página.
Obrigado a todos pela preocupação e continuem em oração."

Nota número 3, publicada às 23 horas e 23 minutos:

"Atualização sobre o atentado ao Major Costa e Silva, candidato ao governo de São Paulo:
Motocicletas fecharam o veículo do Major Costa e Silva na estrada Mauá-São Paulo e dispararam contra o Major e o motorista, o Capitão Munhoz. O motorista foi atingido e o veículo caiu no rio. Os criminosos se evadiram com os disparos efetuados pelo Major, ação esta que garantiu a defesa de suas vidas.
Por questão de segurança ocorre o sigilo do nome do hospital. 
Maiores informações publicaremos nesta página.
Obrigado a todos pela preocupação e continuem em oração."


Veja também:

 



Com informações de Diário do Poder e da assessoria de imprensa do Major Costa e Silva
Editado por Folha Política
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...