sábado, 7 de julho de 2018

Stédile, 'chefe' do MST, vira alvo de chacota ao anunciar greve de fome em apoio a Lula


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O 'chefe' do MST, João Pedro Stédile, anunciou que onze de seus seguidores pretendem fazer uma greve de fome em apoio ao ex-presidente condenado Lula. Segundo Stédile, a greve se estenderá por tempo indeterminado, "até o STF julgar o caso de Lula". O anúncio fez sucesso nas redes sociais, mas não da forma planejada: as mensagens dos internautas alternam o "apoio" irônico, incentivando uma prolongada greve de fome, com críticas e cobranças para que as lideranças petistas e os próprios Lula e Stédile se unam à greve, ao invés de "terceirizar" o ato para militantes. Um dos comentários mais populares dizia "o Lula usa laranjas até para fazer greve de fome". 


Leia também:
'Olho no lance!', diz jurista Modesto Carvalhosa sobre notícia de que IDP, de Gilmar Mendes, recebeu R$12 milhões
Bretas converte prisão de CEO da GE em preventiva, sem prazo para terminar

Veja também:






Gazeta Social
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...