domingo, 8 de julho de 2018

'Juiz nomeado por políticos, mancomunado com réu em dia e hora certos para barbarizar na surdina, ganhar no berro, "passando a perna" no seu Tribunal', critica procurador ao avaliar decisão de desembargador que soltou Lula


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O procurador de contas Diogo Ringenberg mostrou como a decisão absurda do desembargador plantonista, libertando Lula, revela os problemas do Judiciário como um todo: "Juiz nomeado por políticos, mancomunado c/réu em dia e hora certos para barbarizar na surdina, ganhar no berro, 'passando a perna' no seu Tribunal e nos colegas. Padrões de conduta espelhados na banda podre do STF e que emporcalham a toga evidenciando um judiciário inviabilizado".




Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...