sexta-feira, 27 de abril de 2018

'Molecagem que instaura insegurança jurídica no País, mas não melhora situação do preso Lula', afirma Nêumanne sobre decisão da segunda turma do STF


Imagem: Produção Ilustrativa / Folha Política
O jornalista José Nêumanne Pinto classificou como "molecagem" a decisão dos ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski de retirar do juiz Sérgio Moro trechos de delações da Odebrecht. Para o jornalista, a "decisão de três dos ministros da Segunda Turma do STF - Gilmar, Toffoli e Lewandowski - de mandar delações da Odebrecht de Curitiba para São Paulo é molecagem, que instaura insegurança jurídica no País, mas não melhora a situação do preso Lula". 

Leia também: 
Compadre de Lula também pede a Moro que envie seu processo a São Paulo
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...