quinta-feira, 22 de março de 2018

'O STF escolhe hoje se protege a democracia ou se consagra a impunidade', diz procurador Júlio Marcelo


Imagem: Geraldo Magela / Agência Senado
O procurador de contas Júlio Marcelo de Oliveira resumiu a importância do julgamento do habeas corpus de Lula hoje: "Democracia e impunidade são incompatíveis. Democracia pressupõe o império da lei. Se as leis são violadas, há de haver punição, ou todo o sistema se degenera em mero teatro em que o povo faz figuração e a democracia resta sequestrada pela corrupção impune. O Judiciário é o fiador da democracia porque garante o respeito às lei e aplica sanções a quem as viola. Se a pena puder ser adiada até a ocorrência da prescrição, há impunidade e, portanto, não há democracia. O STF escolhe hoje se protege a democracia ou se consagra a impunidade". 

Leia também: 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...