quinta-feira, 12 de outubro de 2017

'Não surpreende que os parlamentares continuem praticando crimes: estão sob suprema proteção', lamenta Deltan Dallagnol


Imagem: Pablo Jacob / Agência O Globo
O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, lamentou a decisão do STF que submeteu as decisões da Corte Suprema ao Legislativo: "Parlamentares têm foro privilegiado, imunidades contra prisão e uma nova proteção: um escudo contra decisões do STF, dado pelo próprio STF. Não surpreende que anos depois da Lava Jato os parlamentares continuem praticando crimes: estão sob suprema proteção. Fica o reconhecimento à minoria que vem adotando posturas consistentes e coerentes contra a corrupção, especialmente os ministros Fachin e Barroso".


Leia também: 
Homem protesta no STF após voto 'salva-Aécio' de Carmen Lúcia: 'Vendidos!'

Veja também:





Gazeta Social
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...