domingo, 1 de outubro de 2017

Levy Fidelix diz que a 'reforma política' só serve para manter 'os mesmos canalhas no poder': 'É uma conspiração dos que surrupiaram os cofres públicos!'


Imagem: Produção Ilustrativa / Gazeta Social
Levy Fidelix fez duras críticas à proposta de "reforma política" que está prestes a ser aprovada pelo Congresso. "Além de criar esse indecente fundo de financiamento de campanhas, a reforma se limitou a fazer de tudo para acabar com os partidos pequenos. Eles querem que a política seja um monopólio dos partidos envolvidos na Lava Jato. Esses bandidos que roubaram o Brasil querem tirar os partidos pequenos e se perpetuar no poder. É uma aliança dos larápios que dilapidaram o patrimônio público ao longo dos últimos anos", afirmou.

"Se se considera que o número de partidos é excessivo, basta seguir a lei e extinguir os partidos que estão envolvidos até o pescoço em corrupção. É só tirar de cena os partidos da Lava Jato e do Petrolão - PT, PP, PMDB, PSDB - e já se reduz em 50% o quadro nacional. Mas eles estão teimando com o STF, defendendo o Aécio Neves, e desmoralizando o País. Esse Congresso não tem moral para defender o Aécio", atacou o presidente do PRTB.

Para Fidelix, a reforma política deveria começar por tirar de cena os partidos envolvidos em corrupção. "Nós precisamos é de uma cláusula da roubalheira e não de barreira! Assim, você abre espaço para as pessoas que realmente se importam com o País. Não haverá renovação enquanto permitirmos que os mesmos canalhas continuem a dar as cartas".

Leia também:
'Tem que dar uma medalha e não punição para o General Mourão, que falou que se corrupção ficar sem controle, Exército colocará a democracia nos eixos', afirma delegado
Presidente do BNDES diz que não pode contestar eleição de pai dos Batistas à presidência da JBS-Friboi
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...