quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Comissão pode alterar fundo de R$ 3,5 bilhões na sessão que começa às 10:00


O deputado petista Vicente Cândido criou o fundo que dá R$ 3,5 bilhões
dos contribuintes para os partidos financiarem campanhas
Imagem: Reprodução / Redes Sociais
A Comissão da Câmara que debate a reforma política aprovou ontem o parecer do relator Vicente Cândido, mas algumas emendas e destaques ainda serão votados nesta manhã, em sessão a partir das 10:00. Entre os itens que podem sofrer mudanças, está a criação do fundo de campanhas, que dá R$ 3,5 bilhões dos contribuintes aos partidos. 



O texto aprovado pela comissão especial, que ainda pode ser alterado por destaques, cria o Fundo Especial de Financiamento da Democracia, que contará com 0,5% das receitas correntes líquidas do orçamento, o que corresponde hoje a cerca de R$ 3,5 bilhões.

O texto também determina que caberá ao diretório nacional do partido definir, 30 dias antes da escolha dos candidatos, como serão divididos os recursos para o custeio das eleições. Esse ponto também é objeto de destaque do PT.

O presidente da comissão que analisa a proposta, deputado Lucio Vieira Lima (PMDB-BA), adiou a votação dos destaques de bancada que ainda não foram analisados para as 10 horas desta quinta-feira (10).

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, quer votar a reforma política em Plenário já na semana que vem.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...