terça-feira, 14 de junho de 2016

Dilma gastou R$54 mil em apenas 18 dias com "cartão suprimento", diz Planalto


Imagem: Reprodução
De 13 a 31 de maio — os 18 primeiros dias de afastamento — o gasto bateu R$ 54 mil, informa a coluna Painel, da Folha

SÃO PAULO - Em meio à polêmica sobre a suspensão do "cartão de suprimento" para o Palácio da Alvorada por dois dias, o que deixou a presidente afastada Dilma Rousseff revoltada, os dados do Planalto mostram que ela gastou, de janeiro a maio, cerca de  R$ 280 mil no cartão para despesas alimentícias, segundo a coluna Painel, da Folha de S. Paulo. Este valor representa uma média de R$ 62 mil por mês. 

De 13 a 31 de maio — os 18 primeiros dias de afastamento — o gasto bateu R$ 54 mil, informa a coluna. Já a assessoria da petista diz que tomará medidas para apurar o vazamento de informações sigilosas “sobre a segurança” do palácio.

No sábado, o jornal destacou que o Planalto havia suspendido as despesas com alimentação por dois dias. Procurada pelo jornal, a Secretaria de Governo reconheceu a suspensão, informando que ela foi "provisória” até receber parecer jurídico sobre os direitos de Dilma. Na noite de sexta, Dilma já estava liberada para compras.

As restrições não param por aí. Após a Casa Civil da Presidência da República recomendar a restrição do uso de aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) pela presidente afastada, ela teve o primeiro pedido de transporte negado ontem (6) pelo Palácio do Planalto. O pedido negado pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI) era para uma viagem a Campinas (SP), onde Dilma participa hoje (7) de um encontro com cientistas.

Na semana passada, a Casa Civil emitiu parecer defendendo que a presidente afastada use aviões da FAB somente nos deslocamentos ente Brasília e Porto Alegre, onde mora sua família. O documento foi elaborado a pedido do próprio GSI e da Secretaria de Administração da Presidência e tem como base a informação de que, enquanto afastada, ela não tem agendas oficiais como chefe de Estado e de Governo. 

Na última sexta-feira, ao saber da restrição, Dilma criticou a decisão e disse que a situação teria que ser resolvida de alguma forma porque ela continuará viajando.


Leia também: 
Senador Álvaro Dias aponta que PT tirou mais de R$700 bilhões dos brasileiros para mandar a ditadores corruptos e sanguinários e grupos empresariais; veja
Vídeo de artistas conclamando à ocupação de ministério para derrubar Temer gera enxurrada de críticas; veja
Cunha aciona STF contra Jean Wyllys
Marcelo Odebrecht está prestes a fechar delação premiada, diz Valor
(Com Agência Brasil)
Via Lara Rizério, Infomoney
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...