quarta-feira, 13 de maio de 2015

Vídeo mostra assessor de deputado petista tentando matar policial do BOPE; veja


Imagem: Reprodução/Youtube
O deputado Missionário Ricardo Arruda, corregedor da Assembleia, acusou hoje o assessor do deputado petista Tadeu Veneri, Roges Cezoski, de tentativa de homicídio contra policiais militares do BOPE que estavam estacionados no pátio da Assembleia no dia 29 de abril. O ataque aconteceu durante o conflito dos professores com a Polícia Militar no Centro Cívico. 

Segundo Ricardo Arruda, por volta das 14h, o assessor da liderança da oposição, Roges Cezoski, arremessou contra os policiais, do 8º andar da Assembleia um pesado vaso de plantas. O projétil improvisado atingiu o solo, por conta da aceleração, com um peso de mais de 100 quilos e provocaria morte fulminante se atingisse um policial. O atentado tem duas testemunhas que formalizaram a denúncia para o corregedor e um processo para exoneração sumária do servidor, que recebe salário de R$ 15 mil mensais, vai ser iniciado imediatamente. Sem prejuízo de desdobramentos criminais.

O deputado Ricardo Arruda se disse estarrecido com o episódio e adiantou que pensa em propor a exigência de exames psicológicos para os servidores da Assembleia. Deputados como Tadeu Veneri, Nereu Moura (PMDB) e Professor Lemos (PT), tentaram minimizar a gravidade do episódio. Veneri chegou a alegar que seu funcionário não teria arremessado o vaso sobre os policiais, mas apenas as plantas. Um vídeo que registra o episódio, no entanto, mostra que o funcionário do PT arremessou o vaso e as plantas. O arremesso poderia ter provocado a morte instantânea de um ou mais policiais que fossem atingidos.


Vídeos relacionados



Zé Beto
Editado por Gazeta Social
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...