quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Homens são detidos soltando fogos de artifício perto de local do acidente que matou Campos


Imagem: Fernando Mellis, do R7

Dois homens foram detidos pela Polícia Militar próximo ao local onde caiu o avião que matou o candidato à Presidência da República, Eduardo Campos (PSB), no bairro Boqueirão, em Santos, litoral sul de São Paulo. Os dois homens estariam soltando fogos de artifício.


Veja também:
Marina na disputa pode ser ruim para Dilma e Aécio, diz Icap
Morte de Eduardo Campos embaralha sucessão presidencial
Dilma sancionou lei que decreta sigilo de investigação de acidentes aéreos
Datafolha e Ibope adiam novas pesquisas após morte de Campos
Tragédia muda cenário eleitoral e causa pânico no mercado financeiro
Candidato ao senado diz que petistas comemoraram morte de Campos e causa polêmica
Veja o vídeo que os filhos de Eduardo Campos fizeram para seu aniversário

As vias próximas estão bloqueadas para o trabalho do Corpo de Bombeiros e dos peritos. Os corpos das vítimas ainda não foram retirados do local. Segundo o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Fernando Grella, "há muitos locais com partes de corpos espalhados, então [o trabalho de identificação] tem que ser feito com muito cuidado".

Além de Campos, estavam no avião mais seis pessoas: o cinegrafista Marcelo Lira; o fotógrafo Alexandre Severo; os assessores Pedro Valadares e Carlos Percol; e dois pilotos. A lista foi divulgada pelo PSB.

Veja também:
Imprensa internacional noticia morte de Eduardo Campos
Marina não é automaticamente a nova candidata
Morte de Campos muda radicalmente eleições, diz 'Financial Times'
Maílson da Nóbrega diz que, agora, Marina é candidata 'natural'
Marina Silva embarcaria no avião que levava Campos, mas mudou agenda
Morre o candidato Eduardo Campos
Eduardo Campos é uma das vítimas de queda de avião em Santos - SP

Fernando Mellis, do R7
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...