sábado, 22 de março de 2014

Devido a erro no processo seletivo, 44 alunos são expulsos de faculdade após um mês de aulas


Estudante chora após perder prova do Enem. Desespero e insegurança
são constantes na fase de pré-vestibular. Imagem: R7
Quarenta e quatro calouros da  ESCS (Escola Superior de Ciências da Saúde)  de Brasília  foram surpreendidos nesta quinta-feira (20), com a notícia de que sua aprovação no vestibular foi cancelada.

O caso veio a tona  depois que a Cespe (Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília),  banca organizadora do vestibular, corrigiu novamente a redação e mudou a classificação dos aprovados porque detectou uma troca nas notas dos alunos.

Do total de estudantes que perderam as vagas, 30 tinham sido aprovados no curso de medicina e 14 no de enfermagem. Revoltados com a decisão da faculdade, os estudantes já estão se organizando para tentar revogar a decisão na Justiça.

Larissa Sena Farias da Silva, 19, que já estava cursando enfermagem conta que soube da sua desclassificação e da mudança na lista de aprovados quando estava na biblioteca. Ela recebeu uma mensagem com a notícia que foi enviada por um colega.

— Estou muito triste. A sensação de perda é enorme. Estava assistindo às aulas há mais de um mês. Tinha até feito uma prova do primeiro módulo do curso, contou.

O pai de uma outra estudante desclassificada no curso de enfermagem contou que encontrou sua filha aos prantos depois que ela recebeu a notícia. 

— Acho um absurdo a Cespe fazer isso com o sonho das pessoas. Nós temos uma reunião com um promotor de Brasília amanhã cedo e vamos decidir o que fazer. Temos certeza que vamos processar a Cespe, mas ainda não decidimos como proceder em relação a faculdade, contou Cleiton da Silva. 

Bruna Fernandes Ferreira, 18, que perdeu a vaga ao cair da 34º para a 52º na classificação do vestibular de enfermagem, contou que os alunos estão perdidos e  ainda não sabem o que vão fazer.

— Estou me sentindo muito mal. Essa situação é humilhante porque eu tinha passado no vestibular e depois descobri que fui desclassificada, desabafou.

Tanto a Cespe quanto a ESCS se manifestaram sobre o assunto em nota.

Veja nota divulgada no site da ESCS

Diante do erro sistêmico detectado no processo seletivo do vestibular da ESCS Escola Superior de Ciência da Saúde de 2014 e consequente alteração pelo Cespe da relação dos aprovados para os cursos de medicina e enfermagem, a ESCS decidiu suspender as atividades acadêmicas da primeira série dos crusos, para que sejam adotadas medidas saneadoras reestabelecendo o direito dos candidatos aprovados à matrícula.

Informamos que oportunamente será divulgado edital de convocação dos aprovados para matrícula. A ESCS lamenta profundamente os transtornos decorrentes do erro do Cespe e se coloca à disposição dos interessados apra esclarecimento pelo telefone (61) 3326-9300.

Leia na íntegra a nota divulgada pela Cespe

Nota de esclarecimento sobre o Vestibular da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS)

O Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CespeUnB), com relação à retificação das notas das provas de redação e da nota final do vestibular de 2014 da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS), divulgada por meio do Edital nº 3, de 20 de março de 2014, esclarece o que se segue.

Antes de iniciar a avaliação das referidas provas de redação, e para garantir a segurança e a isonomia na avaliação, realizou-se um processo de mascaramento, em que cada texto foi associado a um código identificador, e, em seguida, eliminou-se da folha de texto definitivo qualquer identificação do autor. Após o mascaramento, as provas foram passadas para as bancas avaliadoras realizarem o trabalho de avaliação com os textos desidentificados, ou seja, no momento da avaliação, a banca não é capaz de associar o texto ao autor. Concluída a avaliação, ocorreu o processo de desmascaramento, e as notas dadas pelas bancas avaliadoras foram associadas aos autores dos textos por meio do código identificador.

Tanto o processo de mascaramento quanto o de desmascaramento dos textos demandam programação, a qual é feita especificamente para cada evento. No caso em comento, ocorreu erro de programação no processo de desmascaramento, de modo que a nota de cada texto não foi associada corretamente ao respectivo autor. Essa falha foi detectada por meio de reclamação de participantes do vestibular apresentada judicialmente a este Centro.

Constatado o erro, o CespeUnB, como órgão da Administração Pública, de forma a garantir justiça, precisão, correção e lisura ao processo de seleção, princípios e valores estes que norteiam o seu trabalho, corrigiu imediatamente a falha, garantindo, portanto, a credibilidade do sistema de seleção.

Este Centro lamenta profundamente o erro cometido, informa que já tomou todas as providências administrativas necessárias e coloca-se à disposição para esclarecimentos adicionais.

Atenciosamente,
CespeUnB

R7
Revisado e editado por Gazeta Social
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...