quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Jornal inglês ataca Manaus e faz guia de como ‘sobreviver’ na cidade durante a Copa de 2014



Imagem: Yasuyoshi Chiba /AFP
A imprensa inglesa resolveu atacar Manaus, uma das 12 cidades-sede da Copa de 2014 no Brasil, onde a Inglaterra vai estrear no Mundial contra a Itália, no dia 14 de junho, às 21h de Brasília. O palco será a Arena Amazônia, na capital amazonense, cidade para onde o técnico Roy Hodgson não queria levar sua equipe de jeito nenhum. Agora, o jornal “Daily Mail” criou um "guia de sobrevivência" para os torcedores do time que virão ao país.

Nele, o diário faz referência aos cuidados com animais e até doenças que, segundo eles, tomam conta de Manaus. Um dos conselhos é para que os ingleses não visitem a Floresta Amazônica, porque podem pegar doenças como raiva canina e dengue. Já no estádio, os torcedores precisariam tomar cuidado porque cobras, escorpiões e tarântulas são encontradas com facilidade no entorno.

“A Floresta Amazônica em volta de Manaus é a casa dos escorpiões amarelos, um dos mais fatais do mundo, cujo veneno pode matar crianças e adultos. Os torcedores devem ficar na cidade, já que a floresta também é habitat de uma grande variedade de cobras corais, que se escondem nas copas das árvores e no chão, com um veneno que mata ou paralisa as vítimas”, diz a reportagem.
Imagem: Reprodução

Outra questão que o “Daily Mail” abordou foi a violência e o fato de Manaus ser rota do narcotráfico. “Manaus é conhecida pela violência de gangues, assaltos e tráfico de drogas. Foram registrados 975 homicídios no ano passado. O Foreign Office alertou os torcedores para tomarem cuidado com ladrões e batedores de carteira”.

Para terminar, a reportagem fala que o preço da hospedagem está supervalorizado e que as diárias podem chegar a R$ 1.895 por dia.
Extra
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...