terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Ex-vereador envolvido em briga de torcedores pede demissão



Imagem: Geraldo Bubniak
O ex-vereador de Curitiba e superintendente no governo do Paraná, Juliano Borghetti (PP), pediu demissão nesta terça-feira (10) depois de ser flagrado em meio aos torcedores do Atlético-PR que entraram em confronto com vascaínos.

Borghetti, que é cunhado de um secretário estadual e já trabalhou com o governador Beto Richa (PSDB) durante sua gestão na Prefeitura de Curitiba, em 2004, era superintendente da Ecoparaná, órgão que gere as unidades de conservação do Estado.

Ontem, depois de ser flagrado em imagens entre os torcedores, o ex-vereador pediu desculpas e disse que, embora não tivesse agredido ou sido agredido, se arrependia da atitude. 

Leia também: Ex-vereador é apontado como um dos torcedores envolvidos na confusão de Joinville


Sua situação no governo do Paraná, segundo a Folha apurou, ficou insustentável. Richa divulgou a demissão de Borghetti pelo Twitter, na tarde de hoje. Disse apenas que "recebeu e aceitou" o pedido do agora ex-superintendente.

Na carta de demissão, Borghetti afirma que pediu afastamento "por questões pessoais", agradeceu a confiança do governador e diz que teve "um período de grande aprendizado" na Ecoparaná.

Vereador entre 2009 e 2012, Borghetti foi um dos autores da lei municipal que obriga os torcedores de futebol a se cadastrarem ao comprar ingressos para os jogos em Curitiba --uma medida para tentar inibir a violência nos estádios.

No ano passado, ele não conseguiu se reeleger. Assumiu o cargo comissionado no governo de Richa em julho.

Estelita Hass Carazzai 
Folha de S. Paulo
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...